header top bar

section content

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Email: altopiranhas@uol.com.br

OPINIÃO | 04/02/2013 09:01

Nosso grito precisa ultrapassar a Serra da Borborema

Existe uma história, que no Palácio da Redenção, o governador Ivan Bichara Sobreira, ficava nervoso e se tremia todas as vezes que o deputado estadual João Bosco Braga Barreto ocupava a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer denúncias e cobrar obras e ações do governo para a cidade de Cajazeiras. Não sei se pela ação […]


OPINIÃO | 18/01/2013 11:36

Denise vai ter prestigio com Ricardo Coutinho? 2

  Com apenas quinze dias de mandato não é possível Dra. Denise obrar milagre e muito menos que ela possa mostrar todas as pendências relativas as obras do governo do estado no município de Cajazeiras. Na edição anterior falei sobre dois importantes equipamentos que precisam ser concluídos: o esgotamento sanitário da Zona Norte e o […]


OPINIÃO | 15/01/2013 11:10

Denise vai ter prestigio com Ricardo Coutinho?

A prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque, já esteve, depois de eleita, três vezes com o governador Ricardo Coutinho. Finalmente as portas do Palácio da Redenção se abriram para a prefeitura do nosso município, fato que há mais de dois anos não acontecia. Vivíamos na orfandade. Denise não precisa pedir mais nada ao governador Ricardo Coutinho, […]


OPINIÃO | 04/01/2013 20:52

Nosso grito precisa ultrapassar a Serra da Borborema

Existe uma história, que no Palácio da Redenção, o governador Ivan Bichara Sobreira, ficava nervoso e se tremia todas as vezes que o deputado estadual João Bosco Braga Barreto ocupava a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer denúncias e cobrar obras e ações do governo para a cidade de Cajazeiras. Não sei se pela ação […]


| 16/11/2007 20:08

Cajazeiras quer?

O prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio (DEM), não se aguentou. Diante de pressões de todos os lados, o alcaide se viu num beco sem saída: engolir os sapos e depois correr o risco de ser engolido ou chutar o pau da barraca e impor seus pensamentos.  Carlos preferiu a segunda a opção, sabendo certamente dos […]