header top bar

section content

2017

16/06/2017 às 11h41 • atualizado em 16/06/2017 às 11h42

Chegando à metade do ano, já podemos fazer um balanço do que está sendo 2017 para a região sertaneja, que continua sofrendo com os efeitos de uma das maiores secas de sua história e, não se sabe por quanto tempo ainda, esperando uma solução para a conclusão das obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, que trará água para diversas e comunidades rurais localizadas ao longo da adutora, como já acontece no Eixo Leste.

Na metade de um ano pré-eleitoral, também já começam os ensaios para as disputas políticas, com articulações, especulações de bastidores, pesos e medidas sobre vantagens e desvantagens do postulantes e seus grupos de apoio.

Na região da Grande Cajazeiras, alguns nomes já estão postos, alguns com envergadura política e outros esperando as coisas irem se delineando e se definindo melhor para se localizarem melhor.

Um dos temas que mais tem preocupado Cajazeiras e região nestes primeiros meses do ano tem sido a onda crime patrimoniais, como roubos e assaltos, a qualquer hora do dia ou da noite, com os bandidos agindo sem qualquer cerimônia, inclusive armados com revólveres e facas, ameaçando às vítimas e subtraindo aparelhos celulares, carteiras, etc.

Os assaltos a postos de gasolina também é uma modalidade de crime que tem se repetido muito na região e preocupado a todos, não obstante o trabalho preventivo por parte dos órgãos de segurança pública, como a Polícia Militar, que também trabalha diuturnamente no combate ao tráfico de drogas, talvez o principal responsável pelo alto índice de criminalidade verificado.

Acidentes com vítimas fatais e assassinatos também mereceram destaque nesse início de ano, enlutando várias famílias e preocupando a população como um todo, por envolverem, sobretudo, pessoas jovens.

As crises política, administrativa, econômica e moral que atingem todo o país na atualidade também tem mexido com o dia a dia dos sertanejos, atingindo administrações municipais e servidores, comércio, geração de empregos, entre outros pontos.

Tudo isso junto, nos leva a pensar no que esperar do segundo semestre de 2017 e buscar esperanças de soluções para 2018.

É o que nos resta!

Lenilson Oliveira

Lenilson Oliveira

Contato: lenilson.destaque@gmail.com

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

Lenilson Oliveira

Lenilson Oliveira

Contato: lenilson.destaque@gmail.com