header top bar

section content

A campanha IMLJÁ

08/12/2015 às 08h54

Por Francisco Frassales Cartaxo

A luta é antiga.A necessidade maior a cada dia. Sem querer fazer história,relembroalguns fatos para avaliar a táticausada naatual ofensiva pela construçãodo Instituto de Medicina Legal. Limitoa análise ao governo de Ricardo Coutinho. Recordo a fala do Movimento dos Amigos de Cajazeiras (MAC) na plenária do Orçamento Democrático, realizada no CAIC em 29 de abril de 2011, aliás, a primeira desse tipo em Cajazeiras. Naquela ocasião, o MAC indicou alguns investimentos estratégicos para consolidar Cajazeiras como centro de ensino de dimensão regional. Foram citados, entre eles, a construção do IML e da Perimetral Norte – via de contorno, partindo da BR 230 – leste, cruzaria a PB 395, passaria ao ladodo campus da UFCG, indo alcançar de novo a BR 230, próximo ao aeroporto. Este sonho morreu logo, avaliado por umfiel escudeiro deRicardocomo“obra de rico que tem carro, não é do interesse dos pobres queandam com o pé da lama”. Assim foi tratado um dos vetores fundamentais à expansão urbana de Cajazeiras e seuordenamento.

Naquela plenária, o MAC não incluiu o Aeroporto Professor Pedro Moreira. Por quê? Porque acreditou na palavra do governador Ricardo Coutinho. Elejá havia garantido, expressamente,sua conclusão por se tratarde uma obra relevante ao desenvolvimento da região. Pouco tempo depois,tentando viabilizar a construção do IML, houve entendimento com o senador Vital do Rego, queapresentou emenda parlamentar no valor de 500 mil reais para o Instituto de Medicina Legal. Ricardo apegou-se a isso e esperou, imagino, sentindo-se desobrigado de tomar qualquer iniciativa, como se o IML fosse tão somente um equipamento urbanovinculado a questiúnculas políticas. 

O IML é muito mais do que isso.

Mas só enxerga assim quem tem visão estratégica. O IML de Cajazeiras não serveapenasparapôr fim aotriste espetáculo, desumano e deprimente,de corpos estendidos no chão, horas e horas,ampliando a angústia das famílias na espera do rabecão para levá-los a Patos. Isso por si só já seria razão suficiente para o governador abraçar a causa. Agora mais do que antes,dado o aumento assustador da criminalidade causada pela disseminação do uso e tráfico de drogas e pela ocorrênciafrequente de acidentes de trânsito com vítimasfatais no Alto Piranhas. 

Há razão forte para o IML.

Ele é também instrumento de ensino. Elese insere no polo educacional, cada vez mais firmeem Cajazeiras. Só a área de saúde conta com uma dezena de cursos, incluindo dois de medicina e três de enfermagem.O IML torna-se, portanto, um investimento estratégico,de apoio ao esforço de qualificar mais ainda o ensino no campo da saúde. Só não percebe essa realidadequem sofre da mesma miopia que priva a cidade da Via Norte. 

A campanha IML JÁ, no entanto, em nada parece com aconstrução do laboratório de anatomia no campus da UFCG, quando se disputava o curso de medicina. Ali se fez um gesto simbólico para demonstrar o interesse da sociedade cajazeirenseparainfluenciar a decisão locacional. Agora, não. O problema é outro. E passa pela falta de visão estratégica do governo estadual, vesgo como no caso do aeroporto.  

Por isso, penso que a campanha IML JÁ tende aoinsucesso, como fracassou até agora a luta pelo término e homologação do aeroporto. Dois investimentos estratégicostratados com desdém pelo governo, embora Ricardo Coutinho seja o mais operoso governador que a Paraíba teve nos tempos atuais.

P S – Espero estar errado, tal qual o profeta popular deseja errar quando prevê seca. 

Francisco Cartaxo

Francisco Cartaxo

Escritor, filiado União Brasileira de Escritores/PE, ex-secretário de Planejamento da Paraíba, ex-secretário-adjunto da Fazenda de Pernambuco, ex-secretário-adjunto de Planejamento do Recife, Articulista semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas, de Cajazeiras, Consultor associado à CEPLAN, Consultoria Econômica e Planejamento.

Contato: cartaxorolim@gmail.com

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

Francisco Cartaxo

Francisco Cartaxo

Escritor, filiado União Brasileira de Escritores/PE, ex-secretário de Planejamento da Paraíba, ex-secretário-adjunto da Fazenda de Pernambuco, ex-secretário-adjunto de Planejamento do Recife, Articulista semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas, de Cajazeiras, Consultor associado à CEPLAN, Consultoria Econômica e Planejamento.

Contato: cartaxorolim@gmail.com