header top bar

section content

Atendimento hospitalar

28/03/2014 às 20h00

O suplente de vereador e líder comunitário Adriano da Vila Nova tem razão, quando diz que o sonho de Cajazeiras é ver o Hospital Regional atendendo casos de média e alta complexidade. Enquanto isso não acontece, aguarda o tomógrafo já prometido pela Secretaria de Saúde do Estado. Todos também gostariam de ver o HRC realizando cirurgias cardíacas, cateterismo, angioplastia e cirurgias neurológicas (cabeça), evitando o deslocamento de pacientes para João Pessoa e Campina Grande.

É bem verdade que o hospital viveu uma crise braba há bem pouco tempo, quando faltou até lençóis, seringas e medicamentos.

Hoje, o hospital funciona bem, com recursos suficientes e com o funcionamento da UPA, que desafogou o setor de urgência e emergência, especialmente nos finais de semana, tendo em vista que os postos de saúde não funcionam nos sábados, domingos e no período noturno, com exceção de dois; não tivemos mais anestesistas cobrando dos pacientes para realizarem um procedimento e parece que a fila para realização de cirurgias eletivas não existe mais; falta de médicos também não tem sido mais alvo de reclamações por parte da população e as reclamações de mau atendimento, principalmente por parte desses profissionais, que muitas vezes quando os pacientes chegavam, estavam dormindo e não podiam ser “incomodados” ou estavam fora do hospital. 

Hoje já temos uma oferta razoável de profissionais, principalmente traumatologistas e cirurgiões, evitando esses abusos. A presença dos estudantes de medicina e enfermagem também contribuiu para melhorar o atendimento.

Mesmo assim, o hospital continua fazendo as mesmas cirurgias de 30 anos atrás. Não houve avanços, apesar do crescimento populacional de Cajazeiras e região. Continuamos dependendo de uma ambulância, sempre que alguém dá entrada com suspeita de traumatismo craniano; não houve aumento no número de leitos da UTI, desde que entrou em funcionamento; novos blocos cirúrgicos também não foram construídos e equipados e o Raios X, ainda é o mesmo de décadas, com imagem ruim e constantemente quebrado. 

O hospital avançou quando o prédio velho foi derrubado,com recursos do Governo Federal, conveniados com o Estado, dando lugar a um amplo, inclusive, com dois pavimentos e todo mobiliário novo, mas continua mandando pacientes com traumatismo craniano e doenças cardíacas para João Pessoa e Campina Grande.

Wilson Filho
O deputado federal Wilson Wilson Filho, não disponibilizou um único centavo de suas emendas parlamentares para Cajazeiras durante o seu mandato. Seu pai, Wilson Santiago foi responsável pelos recursos para construção da Praça Coração de Jesus, no Centro Comercial de Cajazeiras, obra que custou pouco mais de R$ 100 mil; muito pouco, para quem já obteve boas votações na cidade. Wilson Filho alega que tirou poucos votos no município, mas busca apoios políticos com o objetivo de aumentar essa votação. Espera-se que o vice-prefeito Júnior Araújo cobre do parlamentar que é do seu partido, apresentação de emendas em favor de Cajazeiras, para os próximos anos, como vem fazendo Efraim Filho.

…….

A Gerente Regional de Educação do Estado, Corrinha Delfino estará aniversariando no próximo domingo, dia 30. Recebe os parabéns do esposo, Dimas Abreu, filhos, colegas de trabalho e amigos (as). Parabéns… 

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br