header top bar

José Anchieta

section content

Cajazeiras e o projeto do HU

27/07/2014 às 20h48

Setores da sociedade civil de Cajazeiras têm demonstrado, nos últimos dias, certa inquietação com a possibilidade de atraso na construção da anunciada obra do novo hospital universitário, um investimento de fundamental importância para solucionar os graves e eternos problemas de atendimento médico da região.

Membros do Movimento dos Amigos de Cajazeiras (MAC), por exemplo, têm demonstrado isso, claramente, e já defendem uma nova articulação visando fortalecer a luta da UFCG junto ao MEC e à Ebserh para viabilizar ainda este ano o processo de licitação do projeto arquitetônico. Entendem que só assim será possível o início da obra em 2015.

Nos últimos dias, a diretora do Hospital Júlio Bandeira, Mônica Paulino, que acompanha com muito interesse, as decisões sobre o andamento desse projeto, revelou que tudo está dentro de um plano estabelecido para as diversas etapas e prazos. Seguindo esse cronograma, segundo informou, a licitação deverá ocorrer até o final deste ano.

A diretora do HUJB acredita que, apesar das indefinições que ainda existem na esfera governamental em relação à contratação do processo de licitação, tudo deverá ser resolvido nos próximos meses, o que viabilizará o início da obra, no ano que vem.

Esse é, portanto, o quadro atual que envolve toda a movimentação em torno da construção desse hospital federal em Cajazeiras. É inegável o comprometimento de Mônica Paulino e do reitor Edilson Amorim com essa grande causa, mas os integrantes do MAC e de outros segmentos tem uma razão muito forte para esse receio. É que estamos num ano eleitoral e, independentemente, do resultado da sucessão, teme-se um recuo do governo no que se refere a novos investimentos.

Acreditamos que tudo já foi dito sobre a importância de um hospital de média e alta complexidade em Cajazeiras. Ele representa o maior investimento público de todos os tempos na cidade, e terá a dupla função de ofertar serviços de qualidade à população e de campo de estágio para os alunos dos cursos de Medicina, abrindo perspectivas cada vez mais fortes de consolidação do nosso pólo de ensino superior.

A campanha no Sertão
Cajazeiras e as demais cidades da região têm registrado uma movimentação ainda muito tímida no atual momento eleitoral. Já estamos, praticamente, no final do primeiro mês destinado aos eventos permitidos pela legislação, e os candidatos ainda não entraram pra valer na disputa. Espera-se que a campanha chegue às ruas com mais força, a partir deste início de agosto. Enquanto isso, grande parte da população continua muito indiferente ao processo. 

José Anchieta

José Anchieta

Redator do Jornal Gazeta do Alto Piranhas, Radialista, Professor formado em Letras pela UFPB.

Contato: janchietacl@hotmail.com

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

José Anchieta

José Anchieta

Redator do Jornal Gazeta do Alto Piranhas, Radialista, Professor formado em Letras pela UFPB.

Contato: janchietacl@hotmail.com