header top bar

José Dias Neto

section content

Câmara reprova gestores e não pessoas de Léo e Rafael

02/09/2017 às 12h19 • atualizado em 02/09/2017 às 12h52

Ex-prefeitos, Léo e Rafael

A Constituição Federal de 1988 em seu artigo 31, assegura que “A fiscalização do município será exercida pelo Poder Legislativo municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo municipal, na forma da Lei.”

Com toda a isonomia que lhe deve ser peculiar, a Câmara Municipal de Cajazeiras reprovou as contas dos ex-prefeitos Léo Abreu e Carlos Rafael, exercícios de 2011, seguindo o parecer do Tribunal de Contas do Estado que orientava pela reprovação das contas dos ex-gestores.

Não podemos esquecer que é dever do Poder Legislativo zelar pela boa pratica da gestão pública com eficiência, eficácia e equidade. Sabendo desta obrigação como avaliar as gestões de Léo/Rafael?

Ambos foram eleitos com ar de renovação, mas esse discurso ficou na teoria, na prática foi uma gestão que não conseguiu caminhar a passos largos. Léo Abreu entrou para a história como o primeiro prefeito de Cajazeiras a renunciar o mandato, com essa atitude o seu vice Carlos Rafael assumiu o comando do Poder Executivo e deu prosseguimento a gestão. Na Câmara Municipal alguns vereadores, entre eles, Rivelino Martins defenderam a separação das gestões, ou seja, que os parlamentarem votassem inicialmente as contas Léo, depois as contas de Carlos Rafael.

O julgamento das contas de ex-prefeitos pela Câmara deverá sempre ser feita pela ótica da independência, afinal o que os vereadores avaliaram foi o desempenho de Léo e Rafael como gestores e não as pessoas particulares de ambos.

A reprovação das contas de ambos não tem nenhuma ligação quanto ao profissionalismo pessoal de cada. Mas pelo fato de que enquanto gestores, esses tenham tido um posicionamento negativo, portanto, por dever de justiça, tiveram as contas reprovadas pela Câmara que através de 05(cinco) vereadores seguiram a recomendação do TCE da Paraíba.

José Dias Neto

José Dias Neto

José Dias Neto é radialista e atualmente cursa Marketing na FAFIC. Além de atuar na Rádio Alto Piranhas, desempenha a função de repórter e apresentador da TV/Portal Diário do Sertão. Apresenta o programa Trem das Onze na Alto Piranhas AM aos domingos. Contato: (83) 99144-0709

Contato: jdndiario@gmail.com

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa

PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

José Dias Neto

José Dias Neto

José Dias Neto é radialista e atualmente cursa Marketing na FAFIC. Além de atuar na Rádio Alto Piranhas, desempenha a função de repórter e apresentador da TV/Portal Diário do Sertão. Apresenta o programa Trem das Onze na Alto Piranhas AM aos domingos. Contato: (83) 99144-0709

Contato: jdndiario@gmail.com