header top bar

Adjamilton Pereira

section content

Cássio em Patos e Ricardo em Cajazeiras – A campanha política já começou

21/03/2014 às 19h33

Esta sexta-feira (21) registra dois eventos de natureza eminentemente político/eleitoral, dentro da permissividade da legislação eleitoral, que tolera verdadeiras atividades políticas, antes das convenções, travestidas ou de atividades de cunho partidário, ou de atividades administrativas. Cássio Fez a festa na cidade de Patos, praticamente um comício em defesa da sua candidatura e da candidatura de Aécio Neves a Presidência da República. Ricardo Coutinho escolheu Cajazeiras para fazer o contraponto, arregimentando gente dos vários municípios, com transporte nos bairros para atrair a participação popular, para a plenária do Orçamento Democrático que, convenhamos, ele deveria ter suspendido neste ano eleitoral, pois faz dela um ato político, com transmissão pelos rádios e tudo mais que tem direito sob as expensas do erário.

O evento do PSDB, já se sabia, programado apenas para possibilitar o pontapé inicial da candidatura de Cássio, região por região. O senador manda e desmanda no partido e não precisaria dessas consultas para confirmar o que já decidiu. Basta relembrar que na eleição passada, contrariando a vontade de Cícero Lucena e tantas outras lideranças do tucanato paraibano, ele empurrou goela abaixo o apoio e a aliança com Ricardo Coutinho.

No caso do OD de Ricardo, ele percorre o estado, escuta pedidos e promete o que não tem a certeza de que poderá cumprir. A execução do orçamento de 2015 talvez não seja tocada por ele. O governador não pode garantir a execução das propostas aprovadas, em virtude de não termos orçamento impositivo, matando na esperteza da ação política, a esperança de muitas pela ação administrativa.

É o que ele vem fazendo, também, com o Pacto Social, aquele que em quatro se executa dois, diferentemente das promessas de fazer quarenta anos em quatro.

Se a justiça eleitoral não está nem aí para as campanhas políticas antecipadas e aí se inclua os encontros do PMDB e do PTB, além de outras movimentações itinerantes –(leia-se assembléia), cabe ao eleitor ficar atento, pois em ano de eleição, mesmo se não houver bom inverno, os políticos são capazes de prometer chuvas e trovoadas.

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira é Jornalista e Advogado, natural de Cajazeiras, com passagens pelos Jornais O Norte e Correio da Paraíba, também com atuação marcante no rádio, onde por mais de cinco anos, apresentou o Programa Boca Quente, da Difusora Rádio Cajazeiras, além de ter exercido a função de Secretário de Comunicação da Prefeitura de Cajazeiras.

Contato: adjamiltonpereira@bol.com.br

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira é Jornalista e Advogado, natural de Cajazeiras, com passagens pelos Jornais O Norte e Correio da Paraíba, também com atuação marcante no rádio, onde por mais de cinco anos, apresentou o Programa Boca Quente, da Difusora Rádio Cajazeiras, além de ter exercido a função de Secretário de Comunicação da Prefeitura de Cajazeiras.

Contato: adjamiltonpereira@bol.com.br