header top bar

Reudesman Lopes

section content

Começar de novo

20/02/2015 às 22h09

O Brasil é assim, dizem, o ano só começa após o carnaval, é nessa afirmação que o Atlético Cajazeirense de Desportos e a sua fiel nação, se apega neste momento em que o clube cajazeirense realiza uma das suas mais bisonhas performances em termos de campeonato paraibano e, os números não mentem, em cinco jogos ou em quinze pontos disputados, somamos tão somente, três pontinhos, tem mais, não ganhamos ainda de nenhum adversário, empatamos três jogos, sendo dois em nossa casa e um fora e perdemos dois lá pelo lado do litoral.

Pois bem, a diretoria e a sua comissão técnica resolveu por determinar uma folga carnavalesca aos atletas, nada contra, aliás, com esse time que temos, se não contratar, pode ficar sem treinar que não tem nenhum problema, dará no mesmo. Estou sendo duro demais com o Atlético de hoje? Sinceramente, não sei, mas, é que me acostumei a ir ao Perpetão e ver, senão um timaço, mas, pelo menos, um time que tenha certa qualidade técnica com a bola nos pés, o que não acontece com esse atual Atlético. O certo é que temos uma excelente diretoria que contrasta com o time em campo e que quer começar de novo. 

E esse começar de novo, deve se iniciar com uma profunda reformulação, que diga-se, vem acontecendo a cada jogo e a cada vergonha passada pela torcida que exige dispensas e contratações de caráter urgente, urgentíssima. 

O prejuízo que o Atlético teve na pífia formação desse grupo de jogadores para se iniciar o paraibano 2015 é incalculável, imagina, ter que dispensar, contratar, pagar nova inscrição, é muito grana para um clube que sabemos vive em constante situação de dificuldade com o seu financeiro. Após este jogo contra o Miramar vamos ter mais de 20 dias sem jogar, então, dentro da realidade atual que permite a sua diretoria contratar, é preciso que ela aconteça. Tempo, vamos ter de sobra, não sei é se teremos condições de começar de novo com um Atlético que, pelo menos possa vender caro derrotas e empates. 

Temos consciência, o time do Atlético de hoje é candidato sério ao rebaixamento, isso não é nenhuma novidade, mas, as contratações que por ventura aconteça não pode ser do “meu amigo” ou do “meu jogadorzinho” de teste, se não for uma coisa planejada, melhor ser rebaixado com esses que aqui estão, sem grandes prejuízos para se somar aos que já se tem no Atlético.  Que comecemos de novo, afinal temos tradição, camisa e uma torcida apaixonada e fiel, uma nação. 

Tropeço 
O Sousa perdeu grande chance de assumir a liderança do estadual. Em jogo que marcou a estreia do técnico Roberto Carlos, o time sousense não passou de um empate por 1 a 1 com o lanterna Miramar, no Estádio Marizão. Os gols saíram no primeiro tempo. O  Tubarão do Porto marcou primeiro com o atacante Caio, aos 10 minutos. Enquanto que o Dinossauro empatou aos 25, através de Rodrigo Poty. Revoltado com o resultado o presidente Aldeone não poupou críticas aos seus jogadores. O dirigente afirmou que o Dinossauro mereceu até perder o jogo, pelo futebol apresentado em campo.

Escassez de atletas
O técnico Jazon Vieira se virou como pôde para escalar o Auto Esporte para o jogo contra o CSP. Com pelo menos cinco jogadores entregues ao departamento médico, ele usou o argumento da "escassez de atletas" para justificar o novo esquema do time na partida contra o Tigre, no Tomazão, que acabou em empate por 1 a 1. O Alvirrubro atuou no 3-5-2 e, segundo o treinador, o grupo acabou demorando um pouco para encaixar o esquema em campo. O goleiro Robson, os zagueiros Henrique, Camutanga e Marlon e o lateral-esquerdo Felipe Ramon não tiveram condições de jogo para esta rodada do Paraibano. 

BOLA DENTRO
Para a Praça do Frevo. Mesmo ausente da folia de momo, acompanhei comentários de familiares que estiveram em nossa cidade para o Carnaval 2015. Unanimidade, a Praça do Frevo não pode parar. Como cajazeirense peço um olhar e um tratamento diferente para ela. NOTA 10!

BOLA FORA
Para o meu sonho no fazer o memorial do futebol de Cajazeiras. A cada dia vejo-o com quase impossível de realização, isso pelas dificuldades encontradas para com a estrutura física. Assim, a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br