header top bar

Reudesman Lopes

section content

E os clubes descobrem o poder que a lei lhes dá

15/07/2016 às 00h45

Por Emerson Gonçalves

2º clubes da Série, 20 clubes da Série B, 27 Federações Estaduais de Futebol, esse é o novo colégio eleitoral da Confederação Brasileira de Futebol desde a entrada em vigor da Lei 13. 155 a Lei de Responsabilidade Fiscal no Esporte, em 4 de agosto de 2015. Há quase um ano, portanto. A Lei de Responsabilidade Fiscal no Esporte promoveu uma mudança na Lei 9.615 – a Lei Pelé – em um ponto fundamental, uma mudança com potencial para, literalmente, revolucionar o futebol brasileiro, mas que tem sido, até agora, solenemente ignorada por todos os envolvidos: CBF, Federações, clubes da Série A e B.

Que mudança é essa tão revolucionária? Os clubes podem participar e votar em todas as reuniões e assembleias da Confederação Brasileira de Futebol. Os 20 clubes da Série A já tinham o direito a participar e votar, mas somente na Assembleia Geral Extraordinária Eleitoral. Ora, isso e nada era praticamente a mesma coisa. Ao chegar para a votação os clubes já encontravam tudo pronto, tudo decidido, tudo aprovado pelas 27 Federações. Por exemplo: os 20 clubes juntos dificilmente conseguiriam apresentar uma chapa alternativa, pois para disputar a eleição uma chapa teria que ter a aprovação de no mínimo 7 Federações e 5 clubes. Conseguir 5 clubes seria fácil, mas, como conseguir 7 Federações numa estrutura viciada? Em termos práticos seria uma impossibilidade.

A Lei de Responsabilidade Fiscal alterou de forma radical essa realidade. 35 dos 40 clubes das duas Séries principais estiveram reunidos em São Paulo para discutir o acesso às contas e reuniões da Confederação Brasileira de Futebol. A ideia era pedir à CBF mais acesso as contas e reuniões e assento nas reuniões. Como assim… Pedir? Por que pedir por algo que é direito legitimo – como sempre foi – e é também direito legal, agora? Em casos como esse não se pede, exige-se!

Contando, para isso, com total amparo da lei. Agora, espera-se que, com total participação dos nossos clubes, possamos enfim ver o futebol brasileiro caminhando mais firme e que os verdadeiros protagonistas dos espetáculos que são clubes e jogadores possam rever os seus conceitos quanto a estrutura e organização do futebol nacional, esse, de fato é o caminho, ou seja, a valorização dos clubes como mola propulsora do futebol brasileiro e não a CBF e as Federações estaduais.

Aprovado
A Escola de Futebol Estrelas do Futuro realizou em Cajazeiras, no Estádio Perpetão, a Avaliação Final do Sport Clube do Recife, com a presença do coordenador geral das categorias de base, Coronel Genivaldo Cerqueira, e o observador oficial, João Melo Maradona, nos quais participaram 35 atletas já aprovados nas pré avaliações técnicas já realizadas nas categorias sub 15, 17 e 19, dos Estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. A comissão aprovou na avaliação final o atleta, Otávio Henrique, meia direita, 2002, sub 15, da cidade de Cajazeiras, que se apresentará em média de 40 dias ao clube.

Raposa tricolor
O Campinense Club é só torcida pelo Santa Cruz que disputa com o Vasco da Gama a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Explico: Como a Raposa ficou com o vice campeonato da Copa Nordeste e tendo o Santa Cruz se sagrado campeão desta competição, o tricolor pernambucano tem automaticamente garantida a sua vaga na Copa Sul Americana, mas, se o Santa passar pelo Vasco da Gama na Copa do Brasil será o Campinense elevado à competição sul americana já que o time pernambucano continuará no torneio nacional. Dia 20 tudo será decidido e até lá a Raposa fica na expectativa de ser o primeiro clube paraibano a disputar uma competição continental.

BOLA DENTRO
Para a Copa Paraíba Sub 19. Um excelente momento para os meninos mostrar que são capazes de chegar ao profissional com imensa qualidade técnica. Essa competição merece a NOTA 10!

BOLA FORA
Para os clubes do futebol profissional do nosso pobre estado da Paraíba que não entendem ser na base o início de tudo. Infelizmente entre estes estão Atlético e Paraíba de Cajazeiras. NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br