header top bar

section content

Flores de artifício

13/03/2015 às 09h19

No dia internacional da mulher, o que se viu muito nas redes sociais foram mulheres rejeitando a rosa oferecida. "Queremos é respeito e igualdade", dizia uma delas.

Na quinta-feira (12) noticiou-se um fato curioso ocorrido em Minas Gerais cujo título era: Mulher assina contrato de aluguel e recebe conta com nome do marido ‘e outra’; Vejamos, essa mulher chamada de 'outra' é uma trabalhadora que resolveu assinar um contrato de aluguel com o nome dela e do marido e veja no que deu.

IGUALDADE DE GÊNERO EXISTE?

A publicitária usou a rede social para desabafar sobre o que ela considera “uma pequena historinha sobre o machismo nosso de cada dia”. O texto foi publicado no Dia Internacional da Mulher e viralizou pela internet:

“Afinal, f***-se quem seja a mulher do contrato, o homem é quem paga as contas no final, né minha gente. F***-se se ela batalha tanto quanto ele pra colocar comida em casa e pra pagar as contas, o dever de prover é do homem, o da mulher é de servir… Então quando vocês falarem que reclamar de parabéns de dia da mulher é mimimi de feminista, vou perder a compostura e mandar a real. Mimimi meu ‘cool‘. Porque eu realmente não quero nenhum parabéns. Quero respeito e visibilidade, pra mim e pra todas as mulheres”, disse a publicitária.

O que diz o Artigo 7º da Lei nº 11.340/2006?

Vai aí alguns dos tipos de práticas criminosas contra a mulher:

Violência contra a mulher – é qualquer conduta – ação ou omissão – de discriminação, agressão ou coerção, ocasionada pelo simples fato de a vítima ser mulher e que cause dano, morte, constrangimento, limitação, sofrimento físico, sexual, moral, psicológico, social, político ou econômico ou perda patrimonial. Essa violência pode acontecer tanto em espaços públicos como privados.

Violência de gênero – violência sofrida pelo fato de se ser mulher, sem distinção de raça, classe social, religião, idade ou qualquer outra condição, produto de um sistema social que subordina o sexo feminino.

Violência moral – ação destinada a caluniar, difamar ou injuriar a honra ou a reputação da mulher.

Violência psicológica – ação ou omissão destinada a degradar ou controlar as ações, comportamentos, crenças e decisões de outra pessoa por meio de intimidação, manipulação, ameaça direta ou indireta, humilhação, isolamento ou qualquer outra conduta que implique prejuízo à saúde psicológica, à autodeterminação ou ao desenvolvimento pessoal.

Suficientes?

Não; A publicação da publicitária recebeu apoio de amigos e internautas pela atitude de desabafar sobre o ocorrido. Na rede social, a mineira comentou também que vai “atrás das providências necessárias”.

Uma rosa

Receber uma rosa deve simbolizar gratuidade do amor, e o que vemos são mulheres pagarem caro por não aceitarem as diferenças. Vi minha mãe sofrer agressões físicas por querer usar, pela primeira vez, uma calça jeans, para a época uma revolução, apenas homens honravam as calças que vestem. Viví e experimentei muita coisa, desde o ventre materno. Enfim…

Mas tem rosas que valem a pena receber e já recebi por duas vezes, quando estava triste e sozinha. Uma vez solteira, estudando fora e passando por muitas dificuldades, em um jardim estava eu pensativa quando uma criança (de aproximadamente 6 anos) me entregou uma flor, sorriu e saiu; nunca esqueci seu sorriso. E em outro momento de uma idosa, também sem explicar o porquê.

Espero que outras flores apareçam, com paciência retiro os espinhos. Com a ajuda de sempre, de Santa Terezinha, haveremos, nós mulheres, de passar por todas as tribulações e ataques pelo simples fato de ser mulher.

Enquanto esperamos essa igualdade, oremos a novena da referida santa:

"Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, eu Vos agradeço todos os favores, todas as graças com que enriquecestes a alma de Vossa serva Santa Terezinha do Menino Jesus, durante os 24 anos que passou na terra e, pelos méritos de tão querida Santinha, concedei-me a graça que ardentemente Vos peço (faça o pedido da graça que deseja) – se for conforme a Vossa Santíssima vontade e para salvação de minha alma. Ajudai minha fé e minha esperança, ó Santa Terezinha, cumprindo mais uma vez sua promessa de que ninguém Vos invocaria em vão, fazendo-me ganhar uma rosa, sinal de que alcançarei a graça pedida."

Reza-se em seguida 24 vezes: "Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos e séculos, amém."

Santa Terezinha do Menino Jesus, rogai por nós.

Josirleide Oliveira

Josirleide Oliveira

Enfermeira graduada pela UFCG; Pós-graduada em Enfermagem do Trabalho pela FIP; Pós-graduada em Saúde da Família pela UFPB; Agente administrativo, produção/ apresentação – Sistema de comunicação Diário do sertão

Contato: josirleidecz@hotmail.com

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

Josirleide Oliveira

Josirleide Oliveira

Enfermeira graduada pela UFCG; Pós-graduada em Enfermagem do Trabalho pela FIP; Pós-graduada em Saúde da Família pela UFPB; Agente administrativo, produção/ apresentação – Sistema de comunicação Diário do sertão

Contato: josirleidecz@hotmail.com