header top bar

José Ronildo

section content

Linha sucessória II

22/01/2014 às 18h22

No artigo anterior, informei sobre o projeto do grupo político da situação, comandado pelo ex-prefeito Carlos Antonio, que pode passar dos 20 anos, com Denise, Júnior Araújo e Carlinhos.

Agora vou falar sobre os nomes da oposição para tentar barrar esse projeto, que na realidade foi iniciado em 2000, com a eleição e reeleição de Carlos Antonio e interrompido em 2008, com a vitória de Léo Abreu.

O que se esperava era que Léo, filho de do ex-prefeito Vituriano tentasse a reeleição, mas terminou renunciando ao mandato e deixando a vida pública, assumindo o jovem vice-prefeito e ex-vereador, Carlos Rafael, os destinos administrativos do município, que tentou se eleger para dar continuidade ao mandato, mas não conseguiu e permitiu que o grupo de Carlos Antonio retomasse o Poder, com sua esposa, Denise, já que ele foi impedido pela Justiça Eleitoral.

Para próxima campanha, em 2016, os nomes da oposição são os do próprio Carlos Rafael; do advogado e jornalista, Adjamilton Pereira e do médico e ex-prefeito, Antonio Vituriano de Abreu, caso não consiga se reeleger para Assembleia Legislativa.

O esquema oposicionista perdeu no último embate uma liderança importante, no caso, o advogado e ex-deputado estadual Jeová Campos. A oposição vai apostar todas as fichas na eleição para o Governo do Estado. Se Veneziano for candidato e eleito, se fortalece para o embate municipal.

Os oposicionistas também sonham com o impedimento jurídico da prefeita Denise se candidatar à reeleição, por conta dos processos da FAC no TCU e na Justiça Federal e que ainda não foram julgados, obrigando o grupo a apresentar um nome teoricamente mais fraco, no caso, o vice-prefeito Júnior Araújo.  

Outra aposta seria no desgaste natural de quem governa, principalmente uma Prefeitura com tantas dificuldades financeiras em função do endividamento com precatórios trabalhistas, INSS, IPAM, Energisa, mas pelo que observamos esse desgasta não existe, tendo em vista que a prefeita vem fazendo um bom trabalho. Também vale ressaltar que o ex-prefeito Carlos Rafael ainda pode ter problemas nos tribunais de contas e eleitorais, com acusações de improbidade administrativa e abuso do Poder Econômico e uso da máquina no processo eleitoral. Se isso acontecer, estará fora da disputa.

Reforma eleitoral
O deputado federal Efraim Filho criticou a minireforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional. Ele se posicionou favorável a um mandato de cinco anos, com o fim da reeleição para o executivo (presidente, governador e prefeito), além da coincidência das eleições, isto é, eleições gerais para todos os cargos, pois os estados, municípios e o País não aguentam eleições de dois em dois anos, quando tudo fica parado. 
Temas como o voto distrital; o financiamento público de campanha; o fim do coeficiente eleitoral para definir os parlamentares eleitos; o fim da figura do suplente de senador, não foram discutidos. O parlamento, portanto, não deu a resposta que a sociedade esperava e pediu durante as manifestações.

Aliança rompida?
Essa é a principal indagação feita hoje na Paraíba, em relação a Cássio e Ricardo. Apesar dos dois terem se encontrado a noite, ficou claro o distanciamento entre os dois. Cássio admitiu candidatura ao governo. 

José Ronildo

José Ronildo

Contato: altopiranhas@uol.com.br

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

José Ronildo

José Ronildo

Contato: altopiranhas@uol.com.br