header top bar

José Antonio

section content

Mobilidade urbana

25/04/2014 às 07h10

Duas obras que estão sendo executadas em Cajazeiras vão melhorar o sistema viário da nossa cidade: a pavimentação da Avenida José Donato Braga, conhecida por Estrada do Amor e o término do canal da Avenida Aldo Matos de Sá.

Estas duas avenidas vão permitir que o fluxo de veículos, para quem se destina à Zona Norte, seja reduzido pela Avenida Comandante Vital e pela Rua Padre Rolim, passando pelo centro da cidade para chegar onde estão a Faculdade de Filosofia, o Campus da Universidade e mais os cinco bairros mais populosos da cidade.

A conclusão do canal da Aldo Matos de Sá vai facilitar a vida dos estudantes das cidades de São João, Santa Helena, Triunfo, Bernardino Batista, Uiraúna, Poço Dantas, Poço de José de Moura e Joca Claudino que passarão a ter um acesso mais rápido e com menos tráfego para chegar a Universidade, onde estudam mais de três mil alunos, principalmente no período da manhã e do meio dia, quando da entrada e saída dos alunos da Escola Nossa Senhora do Carmo, do Comercial e do Colégio Nossa Senhora de Lourdes e o trânsito próximo a estas escolas vira um caos.

A população já estava desesperançada com relação ao término destas duas importantes avenidas, mas eis que a prefeita Denise vem conseguindo desatar um nó atrás do outro, em um ano e quatro meses de sua administração, destacando o mais difícil nó e cruciante problema que era o da retirada do nome do município da inadimplência junto ao governo federal, que possibilitará, depois de quase cinco anos, receber recursos da União, via convênios. 

Muitos são ainda os nossos sonhos, que um dia se tornarão realidade: aeroporto, calçamento de todas as ruas, 100% do esgotamento sanitário, fim das manobras no abastecimento d’água com a nova adutora da Zona Norte, mais creches, voltar a ser a cidade mais bem iluminada e mais limpa da Paraíba, fim do bolsa família e pleno emprego, urbanização do Açude Grande, criação da Universidade do Sertão e do Instituto Tecnológico do Sertão (desmembrando-se do IFPB).

Vale a pena sonhar, mas sem ter medo de acordar para lutar, conquistar e realizar.

Nossos açudes 
O Açude Engenheiro Ávidos, no inicio do mês estava com 29.601.000 m³ e na manhã do dia 24, segundo o DNOCS, ele amanheceu com 35.194.280m³, portanto houve um acréscimo de 5.593.180m³ de água nova, o que representa 279 dias de consumo da cidade de Cajazeiras. Do dia 23 para o dia 24 de abril ele recebeu meio milhão de metros cúbicos de água. Historicamente o maior volume já recebido em dois dias foi de 20 milhões de metros cúbicos, daí o motivo e o porquê o DNOCS só permite que ele armazene até 220 milhões, muito embora a sua capacidade seja de 255 milhões. Pequenos açudes e barragens, acima da sua cabeceira, continuam sangrando e estas sangrias caem no Rio Piranhas e vão para o Açude. 
Estima-se que ele possa ultrapassar os 50 milhões de metros cúbicos de água até o final da invernada.
Enquanto isto o açude de Lagoa do Arroz que estava, no inicio do mês com 11.461.000m³, nesta manhã do dia 24 amanheceu com 13.377.975m³ o que representa um aumento de 1.916.675m³ de água nova.

.

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br