header top bar

Reudesman Lopes

section content

O prejudicial calendário do futebol brasileiro

22/07/2016 às 19h45 • atualizado em 25/07/2016 às 19h47

O futebol brasileiro tem inúmeros problemas para ser resolvidos. Mas, sem dúvida, o principal deles, que afeta o cotidiano dos clubes e do torcedor é o calendário. Todos assistem nesse momento o Flamengo montando sua equipe em meio ao Brasileirão, em julho. Outros times se desfazendo de seus atletas por conta da janela de transferências de verão, as mais ativas do futebol europeu. No mundo civilizado do futebol, a Europa, pré-temporada é hora de reforçar as equipes com contratações.

A temporada tem início com sua principal competição anual, sua liga doméstica. Na sequência se inicia em paralelo as Copas de cada país e as competições europeias. No Brasil, nossa temporada se inicia com os estaduais e agora Copas Regionais e Libertadores, que de forma inacreditável acaba em junho/julho. Os clubes fazem pré-temporada, mas, o Brasileirão somente começa quatro meses depois.

E no segundo semestre sobra a Copa do Brasil e Sul-Americana. Nosso calendário nacional e a visão totalmente equivocada da Conmebol são entraves para nosso desenvolvimento. Os clubes brasileiros vivem um círculo vicioso por conta do calendário. Há anos os times são desmontados em meio às competições e montados da mesma forma, sem planejamento, por conta de vivermos completamente desalinhados do futebol europeu. Em junho/julho quando os times europeus vão às compras, nossos clubes vendem nossos melhores jogadores. Assim permanecemos exportando, mas enfraquecendo nosso produto.

E o pior de tudo é que nossos clubes acumulam pesados déficits, mesmo com esse modelo exportador. Para piorar o cenário nossas competições nacionais não param em jogos da seleção, as datas Fifa. Portanto aqueles times que segurem seus ídolos, sofrerão o ano inteiro. Enquanto atuarmos desalinhados do mundo do futebol seremos essa jabuticaba no futebol. Transferimos 1,2 mil atletas por ano para o exterior, fazendo com que nosso nível técnico apenas decaia.

O futebol dos Estados Unidos, Rússia e China são ótimos exemplos de como souberam aproveitar melhor do calendário europeu. Suas ligas podem estar mais alinhadas ao mercado de transferências, ou por datas de suas janelas de transferências ou por seu calendário. Se o Brasil quiser crescer globalmente e melhorar seu futebol tecnicamente, terá que repensar esse modelo exportador. Em um novo calendário, muito mais inteligente e eficiente. Agora se não quiserem mudar e continuar vendendo jogadores, que façam pelo menos bem feito tudo aquilo que fizemos de errado.

Parabéns ao Belo
O Botafogo de João Pessoa conseguiu uma classificação inédita e histórica na Copa do Brasil, edição 2016. Ao vencer o Ceará em João Pessoa no Almeidão pelo placar de 3 a 0, o Belo foi a Fortaleza e conseguiu segurar a vantagem obtida em sua casa, empatando em 0 a 0. Classificação assegurada o Botafogo chega as oitavas de finais da Copa do Brasil e o seu próximo adversário sairá de um sorteio a se realizar na sede da Confederação Brasileira de Futebol. Além de chegar a uma fase tão longe em uma competição desta magnitude o Belo deverá ganhar uma bela bonificação em reais.

De cabeça em pé
O Sousa Esporte Clube não conseguiu a sua almejada classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. O empate com o Globo no Rio Grande do Norte afastou essa possibilidade. Mas, com certeza, os seus dirigentes e torcedores devem estar satisfeitos com o que o Dinossauro apresentou em campo nesta competição. Quando muitos davam como certa uma campanha pífia do time sousense, nas quatro linhas a história foi totalmente diferente, o time brigou até a última rodada com chances de conseguir a sua classificação e fez bonito.

BOLA DENTRO
Para o trabalho de muito esforço e comprometimento de Danilo e Gilvanio na condução do projeto de base do Paraíba Esporte Clubes. Esses meninos merecem a NOTA 10!

BOLA FORA
Para a campanha da torcida do contra que se faz quanto aos Jogos Olímpicos – Rio 2016 a realizar-se no nosso país. Pense em uma oposição barata e quanto ódio. Vale para esses contras a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br