header top bar

section content

Obra de asfaltamento da estrada do amor apresentou problemas graves na primeira chuva

31/05/2014 às 14h57

Foi preciso apenas a primeira chuva, após o asfaltamento da Avenida Donato Braga, a conhecida estrada do amor em Cajazeiras, para se constatar que o Projeto da obra ou foi mal elaborado, ou a empresa responsável pela execução dos serviços, a construtora AL Teixeira Pinheiro, não trabalhou de acordo com as especificações, já que serviços importantes e necessários para a segurança da obra, como a construção de bueiros que pudessem escoar as águas pluviais que, necessariamente, terão que cruzar a avenida, não foram suficientes pata atender a demanda.

Com a chuva caída da noite da quarta para a quinta-feira, um trecho da avenida ficou praticamente intransitável, com a água que se acumulou em cima do asfalto, situação que ficará insustentável após a construção do canteiro central. O problema pode ter se agravado por conta de uma construção que está sendo edificada na lateral da avenida.

A obra, de responsabilidade do governo do estado, prevista para ser concluída agora no mês de junho, está paralisada já há vários dias e não tem mais nenhuma máquina ou equipamento nas imediações do canteiro da obra. Inicialmente o argumento usado foi relacionado ao impasse para a execução dos serviços próximo a Universidade Federal, diante da necessidade de se retirar uma posteação e recuar o muro do Centro de Formação de Professores.

Nos bastidores comenta-se que o problema está relacionado a atraso de pagamento, pois se assim não fosse, a empresa poderia está executando outros serviços, a exemplo do canteiro central, da ciclovia e da própria iluminação prevista no projeto

A preocupação maior, agora, é com os problemas verificados, após as chuvas caídas esta semana, relacionados à falta de bueiros, que deveriam ter sido construídos antes da terraplenagem e da colocação do asfalto.

A diretoria de obras do DER e o engenheiro responsável pela fiscalização, ainda não se manifestaram sobre os problemas apresentados na estrada do amor, em virtude das chuvas. A obra terá uma extensão de 1,2 km, com pista dupla com 7,0 metros em cada, canteiro central, calçadas laterais, ciclovia e iluminação ornamental e está orçada em R$ 2.312.895,98.

Mais: www.adjamilton.jornaldaparaiba.com.br/

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira é Jornalista e Advogado, natural de Cajazeiras, com passagens pelos Jornais O Norte e Correio da Paraíba, também com atuação marcante no rádio, onde por mais de cinco anos, apresentou o Programa Boca Quente, da Difusora Rádio Cajazeiras, além de ter exercido a função de Secretário de Comunicação da Prefeitura de Cajazeiras.

Contato: adjamiltonpereira@bol.com.br

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira

Adjamilton Pereira é Jornalista e Advogado, natural de Cajazeiras, com passagens pelos Jornais O Norte e Correio da Paraíba, também com atuação marcante no rádio, onde por mais de cinco anos, apresentou o Programa Boca Quente, da Difusora Rádio Cajazeiras, além de ter exercido a função de Secretário de Comunicação da Prefeitura de Cajazeiras.

Contato: adjamiltonpereira@bol.com.br