header top bar

Reudesman Lopes

section content

Orgulho de ser atleticano, sim, e cajazeirense

28/04/2017 às 10h19

Não é e não será uma “simples” derrota para o Botafogo de João Pessoa que vai me tirar do sério e, descarregar o peso desta, nos jogadores, comissão técnica e dirigentes do nosso amado, Atlético Cajazeirense de Desportos. É ruim perder, claro, aliás, é péssimo ser derrotado, mas, temos que conhecer e reconhecer a magnitude do nosso adversário, a sua força, tradição, poderio econômico e mais algumas coisas, dentre elas, a famosa e valiosa estrutura que o Belo da capital está montado.

Fui, muitas vezes e foram muitas mesmos, chamado a opinar sobre este embate semifinal de campeonato paraibano e, em todas as vezes, afirmei que o Botafogo era muito superior nos quesitos da técnica, da individualidade, da parte tática e, se necessária, nos bastidores.

Enquanto o nosso Trovão Azul do Sertão fora formado para este campeonato, o Botafogo manteve uma base de campeonatos passados e mais, como participante da Copa do Brasil e Copa Nordeste, investiu pesado em contratações para reforçar o já bom time que dispunha. Os números não mentem jamais e no futebol a matemática se faz presente como testemunha, basta ver as estatísticas do paraibano 2017 e vamos entender porque o time da capital disparou na liderança da ponta da tabela e não soltou jamais.

Então, perdemos para um time que é infinitamente superior ao nosso Atlético e, perdemos ainda mais feio no jogo em Cajazeiras porque abdicamos do direito de jogar e nos intimidamos com a camisa da estrela vermelha. O jogo em João Pessoa seria apenas protocolar como foi, mas, teve erros grosseiros da arbitragem que, mesmo com a vantagem do Botafogo ainda deu uma “empurradinha” sem necessidade ao time da capital, mas, no meu entendimento, normal para o que habituamos a ver no cenário do futebol paraibano. Nada disso fere o meu orgulho no novo modelo do Atlético Cajazeirense de Desportos, uma administração séria competente por demais e que nos elevou a um patamar diferenciado nesta edição do paraibano.

Aos “Liras”, fica aqui registrado os nossos agradecimentos pela brava e amorosa demonstração que nos passou e que apenas confirma que o Trovão Azul do Sertão bem administrado é outra coisa. Por fim, menção honrosa e destaque muito especial ao nosso torcedor que representado pela Mancha Azul, maravilhou os campos por onde passou, eles foram simplesmente sensacionais e o incentivo, os gritos entoados a cada jogo, decerto incentivaram não apenas aos jogadores em campo, mas, contagiou e encantou aos que estavam a prestigiar esses jogos. Parabéns Atlético, 2017 vem ai, e contigo setentão.

Luto

Todos nós, cajazeirenses e cajazeirados e amigos de J Junior, estamos enlutados pelo seu falecimento ocorrido na segunda feira, 24. Jota, como nós o chamávamos, era um homem inteligente, amigo e profundamente amoroso com todos os amigos. Militou por um bom tempo na Difusora Rádio Cajazeiras e quando nós comandávamos o Departamento Esportivo desta emissora o colocamos para repórter de pista. O seu trabalho foi sempre de uma qualidade fantástica e não por menos, chegou ao ápice na TV Correio da Paraíba. Deixa muita saudade e um legado de amor para com a sua profissão sempre exercida com muita maestria.

Juntando os “cacos”

O Campinense Clube sempre foi, ao lado do Botafogo, os candidatos favoritos em todas as bolsas de apostas quanto à conquista do Campeonato Paraibano. Mas, decepcionou e feio, pior, perdeu a vaga para as finais desta competição justamente para o seu maior rival,o Treze. Na hora “h” a Raposa pipocou e o Galo cantou alto em seu poleiro. Neste momento, vê o Treze se preparando para a disputa de mais um titulo estadual e ele, juntando os “cacos” para tentar uma boa participação na Série D do brasileirinho e com isso buscar acesso para à Série C em 2018. Uma coisa é certa, se não contratar vai ficar aqui mesmo, o time raposeiro é fraco demais.

BOLA DENTRO
Para os cajazeirenses e cajazeirados, torcedores do Atlético que estão a se manifestar de forma orgulhosa e fiel quanto à honrosa campanha que o Trovão realizou nesta temporada 2017. Pelo reconhecimento vai a NOTA 10!

BOLA FORA
Para a decisão da FPF em desprezar o Campeonato Paraibano ao confirmar a diminuição dos clubes de 10 para 8. Deveriam tentar outra alternativa. FPF você assim nos envergonha e por isso a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br