header top bar

José Antonio

section content

Quem é maior? Cajazeiras ou Sousa?

09/02/2018 às 10h24

Vista panorâmica da cidade de Cajazeiras

Quando iniciei as minhas atividades comerciais, em 1972, a primeira lição que aprendi de meu pai foi: – “apurado não é lucro” e nunca esqueci este ensinamento dentre outros para que os meus negócios andassem equilibrados.

Sempre houve entre as cidades de Cajazeiras e Sousa uma rivalidade salutar, iniciada através do futebol e enveredou pelos caminhos da economia e da representação política.

Diante desta pergunta fui atrás dos números e através deles tentar encontrar uma resposta que expressasse a realidade das duas cidades mais importantes dos vales dos Rios Piranhas e Peixe.

Do ponto de vista territorial a cidade de Sousa tem 842,49 Km² e Cajazeiras 586,28 Km².

Segundo o IBGE, em julho de 2017, a população de Sousa era de 69.554 habitantes e a de Cajazeiras 62.187, respectivamente a 6ª e a 8ª população do estado.

O eleitorado, depois da biometria: Sousa 43.838 e Cajazeiras 42.857. As duas cidades sempre estiveram entre os oito municípios de maior densidade eleitoral do estado.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDMH), que é uma medida composta de indicadores de três dimensões do desenvolvimento humano: longevidade, educação e renda, em Cajazeiras é 0,679 e o de Sousa 0,668. Estes 0,11 a mais de IDHM são muitos expressivos, numa medida que vai de zero a um.

A frota de veículos de Cajazeiras é de 30.441 e a de Sousa é 29.339, fato que torna a receita de IPVA de Cajazeiras superior a de Sousa, somente nos seis primeiros meses de 2017, em R$550.447,95: Cajazeiras: R$1.938.623,79 e Sousa R$1.388.175,84.

As receitas de Cajazeiras, em 2017, totalizaram R$99.032.687,53 e as de Sousa R$76.665.859,01. Estes números sinalizam uma diferença expressiva de R$22.366.828,52 entre as duas cidades, que têm o mesmo índice de FPM (1,00%).

Enquanto Sousa e Cajazeiras recebem mensalmente os mesmos valores de FPM, Sousa é sem muita expressão, mais bem aquinhoado na redistribuição do ICMS, que é feito por uma fórmula extremamente complicada e no primeiro semestre de 2017 foi superior a Cajazeiras em R$212.690,11. Cajazeiras recebeu do governo do estado R$7.445.285,22 e Sousa R$7.657.975,33.

Em se tratando de Receitas Orçamentárias Cajazeiras empenhou em 2017 R$100.340.954,74 e pagou R$83.174.154,44, nesta diferença de R$17.166.800,03 estão incluídos as transferências de capital da União e verbas extras para infra-estrutura. Em Sousa foram empenhados R$63.744.249,50 e pagos R$59.680.788,84. Neste item os números indicam Sousa numa posição mais cômoda que Cajazeiras, quando se trata de liquidez.

Sousa-PB

É no quadro de pessoal que Sousa está bem mais confortável que Cajazeiras. Em 2017, enquanto o prefeito de Sousa tocou o município com 1.496 funcionários, Cajazeiras precisou de 1.847, uma diferença de 351 servidores, e despenderam respectivamente com as folhas de pagamento: R$32.339,631,15 e R$58.390.045,74, uma diferença de R$26.050.414,54 sinaliza que Cajazeiras tem um item de suas despesas altamente dispendioso.

Outro dado importante com relação à folha de pagamento é que o Imposto de Renda Retido na Fonte nos seis primeiros meses de 2017, Cajazeiras recolheu R$1.479.722,96 e Sousa R$636.943,04. Esta diferença de R$842.779,92 demonstra que Cajazeiras tem funcionários com altos salários, lembrando a máxima: só paga imposto de renda quem ganha bem.

Outro dado que me chamou a atenção nos dados sobre a cidade de Sousa é que ela teve uma Receita de Capital, em agosto de 2017, no valor de R$64.952,47 com remuneração de juros de dinheiro. É uma soma considerável que somada ao capital, deixa o gestor com folga para investir em obras. Os números de Cajazeiras foram inexpressivos. Quem poupa tem.

Com estes números iniciais cada um pode tirar a sua conclusão qual dos municípios gere melhor os seus recursos podendo até utilizar a máxima de que “apurado não é lucro” e se não poupa, não ganha.

Voltarei com outros números para confrontarmos quais dos dois municípios têm mais potencial econômico e político.

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br