header top bar

Reudesman Lopes

section content

Será o fim do jeito moleque do futebol?

26/09/2014 às 18h54

Como um apaixonado pelas coisas do futebol, começo a ver de uns tempos para cá que o nosso esporte bretão vem em uma crescente onda de desmanche com relação ao seu torcedor e a graça deste nos seus jogos, até vem parecendo que torcer agora virou crime. Bem verdade que o tempo mudou, a pureza do grito do torcedor que em um passado ido aflorava das arquibancadas em aplausos, vaias e outros senões, isso foi trocado pela truculência de marginais que travestidos de torcedores agitam as páginas policiais dos noticiosos com uma desenfreada violência, a cada partida e ou rodada das nossas principais competições. 

Ao buscar nas redes sociais notícias sobre o futebol estadual e as nossas equipes, fui pego de surpresa com a proibição da diretoria do Botafogo com relação as suas torcidas organizadas que, a partir desta data estão proibidas de torcer pelo Belo vestindo as suas camisas, portando bandeiras e faixas. Hora de reflexão? Claro que sim. Entendo, estudando e observando esse processo, que estamos perdendo os valores das coisas, e o futebol é uma dessas que já está mais que evidenciado o caminho que vem rumando de uns tempos para cá o levará cada vez mais para o fundo do poço. Outro dia, a diretoria do Grêmio de Futebol Portoalegrense fechou todo um setor de sua arena para o torcedor que estivesse uniformizado com camisas de torcidas organizadas do clube, isso como medida preventiva a uma eventual punição por parte do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que diga-se, bem ou mal, vem fazendo a sua parte. 

Na verdade, o que era entretenimento, diversão, essa coisa de torcer pelo time do seu coração, está indo para o espaço, infelizmente, e desta maneira em que a onda vai se arrastando como um tsunami pelos estádios de futebol do país o nosso esporte mor vai perdendo espaço do seu torcedor e da sua família. Algo tem que ser feito. Isso é verdadeiro. Mas, enquanto o circo pega fogo com avassaladores problemas de violência nos estádios e em seus arredores, a Confederação Brasileira de Futebol e as Federações Estaduais continuam caladas, omissas e tão somente jogando a bola de fogo para a Justiça Desportiva, como essa fosse a grande responsável pelo que vem acontecendo no meio futebolístico. 

E agora? Como o torcedor poderá torcer? Essa é uma bela pergunta que, esperamos, possamos encontrar o mais rápido possível a sua resposta, afinal, sem torcedor, sem torcida, o futebol perderá o seu espaço junto ao povo brasileiro que nos tornou o país do futebol.

Futsal em Cajazeiras
A Prefeitura Municipal de Cajazeiras através da Secretaria de Juventude, Esporte e Turismo e a Liga Cajazeirense de Futsal e Futebol, lançou o projeto Campeonato Municipal de Futsal, nos naipes masculino e feminino e nas categorias infantil, juvenil e aberto. Período de inscrição 22/09 a 17/10 e o congresso técnico 21 de outubro, data da competição 10 de novembro, e os jogos serão realizados no ginásio Irmã Nirvanda.

Caindo fora?
A cinco dias do início da 2ª divisão do Campeonato Paraibano, o Cruzeiro de Itaporanga desistiu de disputar a competição. A alegação dada por Nosman Barreiro, presidente da Raposa do Vale, é que o único estádio da cidade, o Zezão, está passando por reformas e o clube não tem estrutura financeira para mandar seus jogos fora de Itaporanga. Por esse motivo, será enviado um ofício para a Federação Paraibana de Futebol (FPF), pedindo o desligamento do clube da divisão de acesso para elite do futebol local. Na tabela da divisão de acesso, o Cruzeiro de Itaporanga estava no Grupo Sertão, ao lado de Nacional de Pombal, Internacional de Teixeira e Sabugy. 

BOLA DENTRO
Para as competições que são dirigidas pela Secretaria de Esportes. Sempre mais organizadas e com mais modalidades a ser disputada. Ponto para Bruno e sua equipe. NOTA 10!

BOLA FORA
Para as contínuas reclamações com relação ao poeirão no campo de jogo do Estádio Higino Pires Ferreira. Enquanto vamos cedendo às pressões dos peladeiros a coisa vai piorando cada vez mais. NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br