header top bar

Reudesman Lopes

section content

Um clássico de verdade

05/02/2016 às 16h43

Por Reudesman Lopes

Atlético Cajazeirense de Desportos e o Paraíba Esporte Clube fizeram na terça feira 02, em Cajazeiras no Colosso das Capoeiras, aquilo que chamamos de verdadeiramente, um grande clássico e isso já na segunda rodada do campeonato paraibano. Bom lembrar que, nas suas estreias o Atlético perdeu em João Pessoa para o Autinho do Amor e o Paraíba empatou em casa com o Botafogo da capital e estes resultados já empurravam ambos a uma tentativa de vitória para iniciar na briga da sua classificação para o hexagonal. Assim, motivados pelas necessidades de vencer e movidos pela disputa caseira, Atlético e Paraíba entraram em campo dispostos a buscar esse resultado. Como falei anteriormente, foi um verdadeiro clássico e para tanto, neste, aconteceu de tudo, aliás, quase tudo, já que não tivemos nenhum jogador expulso. E o jogo? Quando a bola rolou já tivemos a sensação do que iríamos presenciar. Na verdade vimos um jogo bem movimentado onde filosofia de jogo se impunha pela maneira que os treinadores colocavam os seus times para a partida. O Atlético era mais toque de bola curto com aproximação dos seus jogadores, mas, pecava demais no passe final e com isso facilitava o contra ataque do Paraíba e, este por sua vez se precaveu durante boa parte do primeiro tempo à espera do trovão que não veio com aquela força que seu torcedor esperava, daí, quando percebeu o momento avançou as suas linha e passou a perigar. O primeiro se encerra com oportunidades claras de gols desperdiçadas pelas duas equipes o que demonstra o equilíbrio. Na segunda etapa do jogo ele se inicia como no primeiro tempo pelos menos até os 10 minutos quando o Atlético parou e o Paraíba se avolumou e acuou o Trovão em seu próprio campo de jogo até que em uma bola parada, uma falta, Xinho faz o gol da vitória do time Coral. A partir deste momento do gol o Paraíba trouxe o seu time para a linha de meio campo e esperou o Atlético que veio, desordenadamente, para tentar o ataque, mas, faltou competência e qualidade. Dois lances portanto, foram criticados e muito reclamados pelos atleticanos. Uma falta que cobrada por Robinho foi ao gol e entrou, mas, o assistente anulou pela participação de Balotelli impedido que desviou a atenção do goleiro numa participação indireta e a regra é clara, e em outro lance que se reclamou de penalidade máxima em duas faltas, na primeira na entrada da área e a última já dentro desta, mas, Umbelino optou pela falta fora da área. E foi só, ganhou quem foi mais organizado, mais valente e teve mais qualidade individual e coletiva, e esse time foi o Paraíba.

Urgente
Como é intenção do Atlético Cajazeirense de Desportos brigar pela sua classificação e como esse campeonato é de um tiro curto, a sua diretoria precisar urgentemente reforçar o time e para tanto fazer pelo menos três contratações pontuais, que em nossa opinião são: dois alas, um para a esquerda e outro para a direita e um atacante de área. Quanto ao tão propalado camisa 10, pelo que vi, Robinho vai dar conta do recado embora não seja especialista e assim diminuir o prejuízo do trovão azul. Mais uma vez a pré-temporada atleticana foi para o espaço, perdeu-se novamente.

Coisas do futebol
Até a bola rolar para a estreia contra o Botafogo de João Pessoa em Cajazeiras, o Paraíba Esporte Clube era colocado por muitos como um sério candidato na briga pelo rebaixamento, isso, tendo em vista a péssima pré-temporada do clube. Pois bem, passada duas rodadas do campeonato paraibano, empate contra o Belo e vitória sobre o Trovão, o time coral já se candidata como um concorrente forte a uma das vagas do seu grupo para o hexagonal que apontará os clubes que irão ao quadrangular final desta competição. São coisas do futebol.

BOLA DENTRO
Para a vitória histórica do Sousa Esporte Clube frente o Treze lá em Campina Grande. O Dino tirou as penas do Galo. Parabéns ao time sousense e a nossa NOTA 10!

BOLA FORA
Para aqueles que jogam o peso das fracas exibições e a consequentemente derrota de um clube sobre os ombros das arbitragens. Nem sempre é verdade e não adianta enganar o torcedor. Isso merece uma NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

ENTREVISTA

VÍDEO: Artista sousense que impressionou o público com suas pinturas fala sobre sua obra e trajetória

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br