header top bar

Reudesman Lopes

section content

Uma estrela gloriosa, Botafogo de Futebol e Regatas

17/10/2014 às 09h47

Em Manaus, o céu e o inferno do futebol estiveram presentes, ambos fortes.

Por um lado, o gramado ridículo num estádio novíssimo e extremamente caro, um time desfalcado por uma Confederação que ignora sua razão de ser e os jogadores desse mesmo time jogando sem receber, foram provas provadas e comprovadas do quão mal anda o futebol praticado no Brasil.

Por outro lado, os jogadores que estão com seus salários atrasados deram mostra de admirável e emocionante espírito esportivo, profissionalismo e dedicação extremas. O terceiro goleiro da equipe, entrando em terrível fogueira, foi muito além de dar conta do recado e transformou-se em herói maior de um time formado por outros heróis.

Um time de futebol profissional ser forçado a disputar uma partida (mais de uma, na verdade) com seu terceiro goleiro alçado à posição de titular porque os dois primeiros estão convocados para seleções nacionais, vai além da injustiça.

A Confederação Brasileira de Futebol não pode fazer isso, ainda mais quando os jogadores são convocados para a disputa de jogos sem importância, exceto fazer caixa e cumprir obrigações contratuais. Helton Leite foi muito além do que se esperava dele, mas imaginemos o contrário.
Por que coisas como essa acontecem e são aceitas pelos clubes? Porque os clubes aceitam. Aceitam muito mais do que isso. Nos últimos dias vimos forte movimentação entre a federação que congrega todos os clubes e a nova entidade que representa os jogadores.

Ambas discutiram os clubes e obrigações e restrições às quais deverão se submeter e os clubes só acompanharam tudo isso pela cobertura da imprensa. As propostas são boas e razoáveis, não se discute, mas os clubes são maiores e mais importantes que a federação e que os próprios jogadores.

O clube, o time, é mais importante. Por isso, futebol é clube. Aqui, entretanto, os clubes estão abdicando de sua importância, abrindo mão de discutirem seus destinos, por incompetência de suas direções, não conseguem união para defender seus interesses mais legítimos, como, por exemplo, não entrar em campo desfalcado por força de convocações fora de hora e propósito. Apesar de federações, apesar de gramados, apesar de gestões, apesar de tudo, o futebol brasileiro continua vivo e emocionante. Graças a atletas como Helton Leite, que se superou e fez uma grande partida. Graças a atletas como todo o time do Botafogo, que jogou com dedicação extrema, com a alma e o coração na ponta das chuteiras, com um jogador a menos por quase 30 minutos, dando uma lição de profissionalismo e um grande exemplo de dignidade, tanto que, a partir do início do segundo tempo, foi impossível não torcer para o Botafogo.

Classificado
O empate entre Sabugy e Internacional na rodada que aconteceu neste meio de semana pelo grupo do sertão no Campeonato Paraibano da Segunda Divisão, classificou por antecipação o Nacional de Pombal para a segunda fase desta competição. É que com seis pontos ganhos, o time pombalense se garante já que Inter e Sabugy tem quatro pontos cada um. O Sabugy já encerrou a sua participação e agora torce para que o Nacional de Pombal derrote o Inter para que ele possa avançar na competição. A verdade é que Nacional e Inter jogarão para se saber quem ficará com a primeira e segunda colocação deste grupo do Sertão.

Organizadas
O Procurador de Justiça do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira, vai se reunir com os responsáveis pelas torcidas organizadas dos clubes de João Pessoa. A intenção do presidente da Comissão Permanente Estadual de Combate e Prevenção da Violência nos Estádios da Paraíba é cadastrar todos integrantes destas torcidas, a fim de tentar diminuir a violência nas praças esportivas paraibanas. Segundo Valberto, nas partidas em que o Botafogo-PB disputar, inclusive, esta divisão física vai ter que existir dentro da própria torcida, para dividir as três torcidas do Belo que vivem em pé de guerra.

BOLA DENTRO
Para a tomada de providência do MP estadual com relação à violência nos estádios. Para a temporada 2015 teremos boas novidades e com certeza, paz nas arquibancadas. Parabéns pela iniciativa, essa vale uma NOTA 10!

BOLA FORA
Para a goleada sofrida pelo Corinthians em Belo Horizonte, 4 a 1 para o Galo. A Fiel não merecia tamanho vexame e sofrimento. Agora o bicho vai pegar. E a NOTA É 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Professor da UFCG de Educação Física, Comentarista Esportivo da Rádio Alto Piranhas e Colunista Esportivo do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Contato: reudesman@bol.com.br