header top bar

José Antonio

section content

Vitória dos paraibanos

21/06/2014 às 20h18

Nasceu em abril do ano passado a polêmica, que deixou não apenas a classe política do estado, mas todos os paraibanos, após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao julgar um recurso da Assembléia Legislativa do Amazonas, muito preocupados, porque seria diminuída a bancada federal de 12 para 10 deputados.

O Tribunal entendeu, ao julgar um recurso apresentado pela Assembléia Legislativa do Amazonas, que o número de deputados que o Estado do Amazonas tinha na Câmara baseava-se num censo defasado e por tabela concluiu que a Paraíba devia ter dez e não 12 deputados federais e 30 estaduais, ao invés de 36. Começou daí uma grande angústia.

Em novembro de 2013, a Câmara dos deputados aprovou o Decreto Legislativo 1.361/13, que anulou a resolução do TSE, mas ao retomar o julgamento, os ministros votaram contra e derrubaram o decreto e passava a prevalecer a decisão original.

Os governos dos estados de Pernambuco, Espírito Santo, Piauí, a Assembléia da Paraíba e também o governo, entraram com cinco ações diretas de inconstitucionalidade no TSE, além das mesas diretoras do Senado e da Câmara que também recorreram ao STF.

Na noite da última quarta-feira, dia 18, o Supremo Tribunal Federal, julgou as cinco ações Diretas de Inconstitucionalidade impetradas pelas Assembléias Legislativas, Congresso e governos estaduais que contestaram a resolução da justiça Eleitoral que mudou o tamanho das bancadas de 13 estados e manteve as mesmas bancadas.

A manutenção da bancada da Paraíba ampliam as chances de nossos três candidatos a deputado estadual: José Aldemir, Jeová Campos e Antonio Vituriano, sem esquecermos que se permanecesse o entendimento do TSE, a Paraíba, tendo menos dois deputados federais a perda de recursos por meio das emendas parlamentares representava milhões de reais a menos a aportar nos cofres do estado da Paraíba.

Indiscutivelmente, é uma grande vitória para todos nós paraibanos a manutenção da representação política na Câmara Federal e na Assembléia Legislativa.

Últimos dias
Restam apenas 12 dias para que os partidos políticos realizem as suas convenções e indiquem os seus candidatos para as eleições de cinco de outubro.
Aqui no nosso estado o caldeirão político ainda não atingiu a temperatura máxima, mas no inicio da próxima semana, imagina-se que ela será tão elevada que poderá até explodir e vai continuar com fogo alto e dentro desta panela só vai permanecer quem tiver “couro grosso” e ser capaz de suportar a pressão.

Sem manifestação
Comentava-se muito que durante a copa do mundo de futebol, até aqui pelas bandas do sertão, iam acontecer manifestações e protestos contra o evento. Mas na realidade o que se viu pelas ruas de Cajazeiras foi um silêncio sepulcral, que só era quebrado, por foguetões e bombas, quando os jogadores da Seleção Brasileira faziam gols e isto no primeiro jogo contra a Croácia, porque no segundo que foi zero a zero, a cidade ficou muda durante os 90 minutos da partida e nos 15 do intervalo. Durante os dos jogos não se via “um pé de pessoa pelas ruas da cidade”.
A paixão pelo futebol falou bem mais alta ao coração dos sertanejos, do que um simples desejo de se manifestar contra, ou mesmo trocar o beleza do espetáculo, no conforto de sua casa e na companhia da família e de amigos, ao invés do sol forte e da pedra de calçamento quente das ruas de Cajazeiras. 

José Antonio

José Antonio

Contato: altopiranhas@uol.com.br

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!

José Antonio

José Antonio

Contato: altopiranhas@uol.com.br