header top bar

section content

Policia prende em Cajazeiras padrasto pedófilo

Está virando moda. Na noite desta quarta-feira (15) no sitio Santo Antonio, zona rural de Cajazeiras, a Policia Militar foi acionada e prendeu Francisco Diassis Pessoa, 30 anos, amasiado. Francisco é acusado de aliciar as duas enteadas menores de idade, L A S de 11 anos e L A S de 12 anos, ambas as […]

Por

15/04/2009 às 23h27

Está virando moda. Na noite desta quarta-feira (15) no sitio Santo Antonio, zona rural de Cajazeiras, a Policia Militar foi acionada e prendeu Francisco Diassis Pessoa, 30 anos, amasiado. Francisco é acusado de aliciar as duas enteadas menores de idade, L A S de 11 anos e L A S de 12 anos, ambas as filhas da sua companheira Mericeia da Silva, com quem vive maritalmente há seis anos.

Segundo informações da avó das meninas a senhora Maria de Fátima da Silva, agricultora, residente no sitio Caititú, Francisco vinha há vários meses aliciando as menores e para que não fosse dedurado, o homem ameaçava as crianças de morte.

Na noite desta quarta-feira (15) por volta das 18h00 ao tentar mais uma de suas investiduras contra as menores, a mãe das vitimas percebeu que algo estranho estava acontecendo e ao interpelar a menor L A S de 12 anos, ela entregou tudo que estava se passando. A mãe das menores na mesma hora acionou a policia que foi ao local da denuncia e ao chegar ouviu as vitimas que confirmaram o aliciamento.

A policia conduziu o acusado que é funcionário da Fiação Patamuté, na cidade de Cajazeiras até a Delegacia para os procedimentos previstos pela Lei.

A Mãe Mericeia da Silva e a avó Maria de Fátima conduziram as duas menores até a Delegacia e em seguida na companhia de agentes da Policia Civil, foram conduzidas até o Hospital Regional de Cajazeiras para que fossem submetidas a exames para comprovar se houve relação sexual, que caracterizaria estupro, mas nada foi comprovado nos exames médicos. Os exames foram realizados pelo médico Deusdedit de Leitão, e o laudo pericial, não constatou a efetivação do estupro.

A Delegada plantonista realizou os procedimentos legais e autuará o padrasto por assedio sexual, aliciamento e pedofilia, podendo o mesmo se condenado a regime fechado.

O Conselho Tutelar foi acionado e deverá acompanhar todos os procedimentos do caso, como também fará o acompanhamento psico-social das menores e da família.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão
Com Informações Junior Folha Vip

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!