header top bar

section content

Polícia de Sousa procura homem que matou menino de 10 anos de idade

Policiais militares do 14º Batalhão de Sousa estão mantendo as diligências a procura do autor do assassinato contra o garoto Anderson Diego Nunes da Silva, de 10 anos de idade...

Por

07/04/2009 às 14h37

Policiais militares do 14º Batalhão de Sousa estão mantendo as diligências a procura do autor do assassinato contra o garoto Anderson Diego Nunes da Silva, de 10 anos de idade, morto na noite desta segunda-feira (6) com quatro tiros a queima-roupa no interior de sua casa no Conjunto Frei Damião em Sousa.

Raimundo Nonato Pedrosa, conhecido por Galego chegou por volta das 22h30 na rua Leandro Sobrinho e efetuou os disparos que pegaram na coxa, panturrilha, braço e peito, todos do lado esquerdo do menino. A vítima ainda foi socorrida, mas já chegou ao Hospital Regional sem sinais de vida.

Durante toda manhã desta terça, várias ligações anônimas foram feitas para a Polícia Militar indicando pistas do paradeiro do assassino. Em todos os lugares checados, Galego não foi encontrado. A PM acredita que Raimundo Nonato esteja ainda no município de Sousa. “Todas as pistas apontam que ele não saiu da cidade”, disse um policial que atende as ligações através do telefone 190.

O delegado Francisco Araújo tomou o depoimento do braçal Edson Vieira da Silva, de 33 anos. Ele era a pessoa que estava com a vítima no momento do crime e contou que Anderson Diego se encontrava dormindo numa rede quando o acusado apareceu na porta atirando. Ao ouvir os disparos, Edson viu o atirador fugindo e tratou de socorrer o menino que é filho de uma mulher com a qual ele convive.

Depoimento
No depoimento a polícia, Edson esclareceu as informações dando conta que o menino havia encontrado pela manhã uma carteira contendo documentos e dinheiro de Raimundo Nonato. Ao delegado, Edson afirmou que a criança achou a carteira sem dinheiro e por isso devolveu apenas os documentos.

O crime chocou toda população sousense e ganhou repercussão em todo estado da Paraíba devido a forma cruel como foi praticado. O sepultamento do menino Anderson está marcado para as 15h00 desta terça-feira.

LEVI DANTAS
Da redação do Diário do Sertão
Sousa

Tags:
PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras