header top bar

section content

Vereador Moacir Menezes pede empenho das autoridades no ‘Caso Dayane’

Na Sessão Ordinária realizada na tarde/noite de ontem (24) na Câmara Municipal de Cajazeiras, o debate continuou focado no chamado ‘Caso Dayane’, onde uma jovem mãe de família teria sido brutalmente espancada por policiais militares dentro das dependências de um órgão estadual, o Centro Social Urbano, localizado na zona sul da cidade, na última quinta-feira. […]

Por

25/03/2009 às 13h34

Na Sessão Ordinária realizada na tarde/noite de ontem (24) na Câmara Municipal de Cajazeiras, o debate continuou focado no chamado ‘Caso Dayane’, onde uma jovem mãe de família teria sido brutalmente espancada por policiais militares dentro das dependências de um órgão estadual, o Centro Social Urbano, localizado na zona sul da cidade, na última quinta-feira. Na ocasião, o vereador Moacir Menezes (DEM) usou a tribuna da Casa Otacílio Jurema para prestar solidariedade à família da jovem Cícera Dayane Batista da Silva, de 22 anos.

 “Conheço seus pais, conheço toda a sua família e sei que Dayane está passando por grandes dificuldades, principalmente emocionais. Por isso, solicito que ela tenha acompanhamento e proteção policial, uma vez que tem que deslocar-se para o seu trabalho e a mesma teme que algo lhe aconteça no percurso”, destacou Menezes. O parlamentar ainda solicitou o total empenho das autoridades, especialmente as policiais, para a solução do caso.

Outro ponto bastante discutido na Câmara Municipal ontem foi a excessiva burocracia imposta pela Secretaria Municipal de Planejamento, o que já acarretou uma queda drástica do número de construções na cidade. O vereador Moacir Menezes solicitou o apoio do vereador situacionista Severino Dantas (PT) para obter esclarecimentos por parte do atual secretário Adalberto Nogueira em relação à maneira como estão sendo tratados profissionalmente os técnicos em edificações e demais profissionais da área como engenheiros e arquitetos.

 “A Secretaria de Planejamento está altamente burocratizada, o que dificulta a regularização das construções na cidade, principalmente para as pessoas com menor poder aquisitivo”, finalizou o parlamentar.

CRISTIANO MOURA
Diário do Sertão

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula