header top bar

section content

José Lacerda repudia clima de guerra na Campanha de São José de Piranhas

O município de São José de Piranhas, localizado na Região do Alto Sertão da Paraíba, está se transformando em campo de guerra entre os partidários dos Candidatos a prefeito, Domingos Neto (PMDB), e João Batista (atual prefeito – PR). O acirramento começou desde a última segunda-feira (8), quando o T.R.E da Paraíba decidiu pelo indeferimento […]

Por

12/09/2008 às 17h44

/O município de São José de Piranhas, localizado na Região do Alto Sertão da Paraíba, está se transformando em campo de guerra entre os partidários dos Candidatos a prefeito, Domingos Neto (PMDB), e João Batista (atual prefeito – PR).

O acirramento começou desde a última segunda-feira (8), quando o T.R.E da Paraíba decidiu pelo indeferimento do registro de candidatura de Neto Lacerda do PMDB, desde então partidários das duas coligações estão se confrontando nas ruas da cidade pelo fato de a campanha agora tomar outro rumo.

Segundo apuração feita pela reportagem, o clima de maior acirramento entre os partidários ocorre durante à noite, principalmente em praça pública e bares da cidade. Os últimos três dias têm sido marcado por confrontos corporais entre eleitores das duas coligações e a policia está tendo bastante trabalho para apaziguar os ânimos dos “Brigões.”

Lamento

Sabedor do que está acontecendo em sua terra natal, o vice-governador da Paraíba, José Lacerda, afirmou a imprensa Sertaneja que lamenta os fatos ocorridos, principalmente porque a campanha em São José de Piranhas é disputada entre a mesma família. Lacerda ainda afirmou que durante toda a sua histórica de atuação política, nunca presenciou fatos lamentáveis como esse em sua terra natal e espera que a campanha seja travada no voto e não em clima de “Guerra.”


Do Radar sertanejo
Alex & Dida Gonçalves

AO VIVO

Assista a programa da TV Diário do Sertão – AO VIVO

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview