header top bar

section content

VEJA! Cantor cajazeirense diz que passou dificuldades e nunca teve amor dos pais

Francinildo Tavares foi batizado como 'Cigano do Arrocha' quando foi tocar pela primeira vez publicamente, onde segundo ele o dono de uma palhoça em Cajazeiras lhe apelidou deste nome

Por Redação Diário

09/03/2016 às 20h46 • atualizado em 16/04/2016 às 14h25

Ele nasceu no município de Patos, no Sertão da Paraíba. Foi criado pelos avós, pois perdeu seus pais logo cedo.

Ainda criança veio morar em Cajazeiras onde trabalhou como vendedor e motaxista, mas foi na música que ele se realizou.

“Não tenho inveja de nada desta vida, a única inveja que tenho é de ter um pai e uma mãe… Amo cantar e me realizo nesta vocação”.

Francinildo Tavares foi batizado como ‘Cigano do Arrocha’ quando foi tocar pela primeira vez publicamente, onde segundo ele o dono de uma palhoça em Cajazeiras lhe apelidou deste nome.

Ele contou durante sua participação no Café Conectado desta terça-feira (08), na TV Diário do Sertão que já sofreu muito, mas que hoje Deus te lhe abençoado muito.

Cigano disse durante a entrevista que é pai de três filhos e que ama muito a todos eles.

Para contratar Cigano do Arrocha ligue: (83) 9.9405-5402

Curta também o clipe que fez o Cigano do Arrocha se torna o fenômeno do arrocha na região.

DIÁRIO DO SERTÃO

XEQUE-MATE

VÍDEO: Vereador de Cajazeiras e educadores esclarecem polêmicas sobre a identidade de gênero nas escolas

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente