header top bar

section content

Raimundo Lira recebe diretora da Federação Nacional Sindical dos Servidores Penitenciários

Em recente audiência com alguns parlamentares, ela pediu a retirada do projeto da Agenda Brasil.

Por Luzia de Sousa

10/03/2016 às 15h14

Raimundo Lira e diretora da Federação Nacional Sindical

Em mais um dia de intensa agenda de atividades em Brasília, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) recebeu a visita da diretora da Federação Nacional Sindical dos Servidores Penitenciários – FENASPEN, Vilma Batista. Ela esteve em Brasília para tratar do Projeto de Lei do Senado Federal (PLS 513, de 2011) que propõe a regulamentação da privatização dos presídios no Brasil.

A presidente ressaltou que a FENASPEN é contra o PLS 513/2011, por considera-lo “uma afronta à democracia brasileira e vem para rasgar a Constituição no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores e também dos detentos”, conforme nota publicada pela entidade em seu site na internet.

Para Vilma Batista, o Estado está delegando o seu poder punitivo para a iniciativa privada, ao adotar esse sistema, em detrimento de um fortalecimento através de investimentos e valorização dos verdadeiros operadores.

Em recente audiência com alguns parlamentares, ela pediu a retirada do projeto da Agenda Brasil, por acreditar também que passar o controle do sistema prisional para empresas vai aumentar a população carcerária no país.

Como membro da Comissão Nacional de Desenvolvimento, que analisa os projetos da ‘Agenda Brasil”, Raimundo Lira ouviu atentamente a dirigente.

Assessoria de Imprensa

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan