header top bar

section content

Cajazeiras: Juíza avalia evento e revela que mulheres denunciam mais companheiros

Adriana Lins informou que foram abordados vários temas, entre eles a violência doméstica explícita e velada, além das vias de proteção a mulher.

Por Luzia de Sousa

12/03/2016 às 18h41 • atualizado em 13/03/2016 às 07h50

Juíza avalia evento realizado na cidade de CZ

A diretora do Fórum Ferreira Júnior, em Cajazeiras, a Juíza Adriana Lins realizou esta semana o evento “Justiça pela Paz em Casa”, que faz parte da programação do Tribunal de Justiça.

O evento contou com a presença da promotora Sarah, da delegada Cristiana Roberto, representante da Defensoria, do Cram, entre outras mulheres da comunidade. A juíza destacou a presença de universitário e outras pessoas que foram a sala do júri participar do debate.

Adriana Lins informou que foram abordados vários temas, entre eles a violência doméstica explícita e velada, além das vias de proteção a mulher.

Ela contou que após a Lei Maria da Penha as mulheres ficaram mais destemidas e têm procurado mais as delegacia para denunciar seus agressores.

“Elas estão indo mais e eu não entendo como um aumento da violência, mas pelo empoderamento a mulher, porém, ainda tentam retirar queixas e voltarem atrás”. Revelou a juíza

Sobre os constantes ataques a presidente da República, a diretora informou que não entende isso pelo fato de ser uma mulher, mas as pessoas sentem mais liberdades devido as redes sociais.

Ouça áudio da Rádio Diário do Sertão FM!

DIÁRIO DO SERTÃO com foto de Ângelo Lima

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda