header top bar

section content

HORROR: Crianças são apreendidos na região de Cajazeiras após tentarem queimar homem vivo que estava na rua

Quando os garotos perceberam a chegada dos policiais tentaram fugir, mas foram alcançados no bairro Jardim das Neves.

Por Luzia de Sousa

16/05/2016 às 14h52 • atualizado em 16/05/2016 às 19h55

Acusado teria ateado fogo no homem vivo (foto ilustrativa)

Dois meninos, um de 9 e outro de 11 anos, foram apreendidos nesse domingo (15) após serem flagrados pela Polícia Militar tentando atear fogo em um homem alcoolizado, que estava caído na rua, na cidade de Bonito de Santa Fé.

Veja também

Prefeitura do Sertão abre concurso público com salários de quase R$ 3 mil; Vagas são destinadas a todos os níveis de escolaridade

Oportunidade: Prefeitura do Sertão começa inscrição para concurso público; Salário vai até R$ 6 mil

Concursos públicos de prefeituras na Paraíba oferecem 946 vagas

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, uma guarnição policial passava pelo local quando avistou os dois menores jogando jornal pegando fogo em cima do alcoólatra, que estava desorientado caído ao solo sem perceber a ação dos infratores. A vítima reside no sítio Pereiros, zona rural do município.

Quando os garotos perceberam a chegada dos policiais tentaram fugir, mas foram alcançados no bairro Jardim das Neves. Diante do fato, os menores infratores foram conduzidos até a presença do Conselho Tutelar da cidade, representado pelo conselheiro, José Ferreira, e depois entregues na Delegacia de Polícia Civil para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

DIÁSRIO DO SERTÃO Radar Sertanejo

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor