header top bar

section content

Jornal espanhol: lista de inimigos de Neymar cresce a cada semana

Marca destacou as seguidas polêmicas vividas pelo atacante nas últimas semanas.

Por Estagiário

31/10/2016 às 18h06

Neymar (Foto: Reuters)

Um dos mais polêmicos jogadores da atualidade, Neymar não foge à luta. Pelo contrário, vai atrás dela. Na semana passada, provocou torcedores do Valencia e acabou levando uma garrafada, em episódio que gerou grande discussão no meio esportivo da Espanha. No sábado, discutiu em campo com o zagueiro do Granada e, na saída do campo, empurrou o jogador pelas costas escadaria abaixo no Camp Nou.

O comportamento discutível do brasileiro fez o jornal Marca questionar o momento do brasileiro. “Está entre os melhores do mundo. Não há dúvida. Mas seu rosto amável está dando lugar a um Neymar irascível e longe de seu melhor nível”, escreveu esta segunda-feira o jornalista José Félix Díaz.

“É certo que sua maneira de jogar monopoliza a atenção das defesas adversárias, mas a lista daqueles que se queixam de sua atitude já é muito extensa e a cada semana se amplia”, prossegue.

Na semana passada, após o episódio da garrafada, Neymar foi alvo de outra matéria do Marca, na qual o jornalista Juanma Rodríguez pediu punição do Barcelona ao jogador, que teria insultado os torcedores do Valencia com palavras de baixo calão.

“Os insultos de Neymar ocorreram antes da injustificável garrafada e os de Messi imediatamente depois, e em ambos as mães dos torcedores e suas partes íntimas foram o objeto do xingamento. Mal, muito mal por parte de dois jogadores que deveriam representar o melhor do esporte e não o pior”, escreveu Rodríguez.

Notícias ao Minuto

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo