Brasil
13/11/2016 às 10h23

postado por: Estagiário

Grupo explode todos os bancos em funcionamento de cidade

Situação ocorreu na madrugada deste domingo (13), em Terra Rica. É a 2ª vez no ano que criminosos destroem quatro bancos do município.

Polícia prende grupo criminoso

Uma quadrilha explodiu os cofres de todas as agências bancárias em funcionamento de Terra Rica, na região noroeste do Paraná, na madrugada deste domingo (13). Ao todo, quatro bancos foram alvos dos ladrões: Bradesco, Itaú, Sicredi e Sicoob. Ninguém foi preso.

É a segunda vez neste ano que a situação ocorre.
Conforme a Polícia Militar (PM), a ação foi bastante parecida com a de agosto, quando caixas eletrônicos do Itaú, do Banco do Brasil, do Sicredi e do Bradesco foram explodidos. No entanto, desta vez, os bandidos explodiram os cofres dos bancos.

Assim como em agosto, os criminosos também tentaram invadir a Caixa Econômica Federal, mas não conseguiram por conta do sistema de segurança, que lança fumaça quando violado. Os suspeitos conseguiram violar apenas a fechadura e fugiram em seguida.

De acordo com a polícia, enquanto parte da quadrilha fazia as explosões, o restante dava tiros perto do destacamento da PM para desviar a atenção dos policiais.

A PM encontrou ainda, na manhã deste domingo, um veículo jogado no Rio Paranapanema; a suspeita é a de que ele tenha sido usado pelos bandidos. A mesma situação ocorreu na ação de agosto.

Segundo a PM, o Instituto de Criminalística deve ir até os locais ainda nesta manhã. Até a publicação desta reportagem, a polícia não tinha definido o quanto os criminosos levaram em dinheiro.

O que se sabe, por enquanto, é que: no Sicredi, o cofre foi encontrado vazio; no Bradesco, é possível que os ladrões não tenham conseguido levar dinheiro porque o teto caiu assim que o cofre foi violado; no Sicoob e no Itaú, ainda não foi apurado se o grupo chegou a levar algum montante.

Por fim, ainda de acordo com a polícia, os ladrões não invadiram também o Banco do Brasil nesta madrugada porque, desde o último crime, a agência bancária não tinha sido reaberta.

G1

Deixe seu comentário




Mais Brasil