Cidades
29/11/2016 às 10h04 • atualizado em 29/11/2016 às 17h53

postado por: Estagiário

EXCLUSIVO: Ex-candidato a vereador de Sousa fala pela primeira vez após prisão

Ele disse que só tinha direito a banho de sol em intervalos de oito em oito dias. A noite tudo que eu ouvia era grito, gemido, dor e sofrimento”, revelou Manoel

A reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão realizou uma entrevista exclusiva com  Manoel Pereira da Silva, mais conhecido por “Manoel do Mutirão”, líder comunitário e ex-candidato a vereador da cidade sorriso, que chegou à cidade sorriso em liberdade após passar aproximadamente quatro semanas em um presídio do Ceará.

Ele disse durante a entrevista que foi o momento mais difícil da sua vivencia, pois durante toda a sua vida nunca tinha precisado nem ir delegacia ou uma cadeia, e ter que passar por uma situação dessas. “Esse foi o maior sofrimento da minha vida”, contou ele.

Durante a entrevista, Manoel do mutirão contou que o dia-a-dia na cadeia era muito difícil, pois além de ter que realizar todas as suas ações no local, o numero de condenados por cela é muito acima do que a capacidade que o espaço comporta. Ele disse que só tinha direito a banho de sol em intervalos de oito em oito dias. “Um cubículo, um quartinho para vinte pessoas. A noite tudo que eu ouvia era grito, gemido, dor e sofrimento”.

O líder comunitário conta que foi recebido na cidade por uma recepção calorosa por parte das pessoas que simpatizam com ele.  “Ainda estamos em festa, a recepção foi grande”

“Ao andar pelo centro da cidade a recepção foi grande, a alegria das pessoas foram grande, um abraço, um carinho, um sorriso de ver a volta de Manoel do Mutirão” revelou o líder comunitário.

Manoel do Mutirão tinha sido preso pela polícia civil (Foto: Diário do Sertão)

Manoel do Mutirão tinha sido preso pela polícia civil (Foto: Diário do Sertão)

Liberdade
Na tarde da quinta-feira (17), foi concedido pelo Juiz Marcelo Wolney Alencar Pereira de Matos, da comarca de Ipaumirim, estado do Ceará, um parecer favorável à revogação da prisão de Manoel Pereira da Silva, ex-candidato a vereador da cidade de Sousa.

O Ministério Público da cidade de Ipaumirim, no Ceará, tinha liberado no ultimo dia 10, um parecer também favorável ao pedido de Revogação de Prisão Preventiva impetrado pelo advogado de defesa Dr. João Estrela.

Manoel do Mutirão tinha sido preso acusado de abrigar criminosos que explodiram caixas eletrônicos de uma agência bancária da cidade cearense de Ipaumirim-CE. Ele estava recluso no presídio “Carrapicho”, localizado na cidade de Caucaia, no estado do Ceará, desde o dia 07 de outubro.

Carro usado na fuga após a explosão aos caixas eletrônicos (foto: ascom/polícia civil)

Carro usado na fuga após a explosão aos caixas eletrônicos (foto: ascom/polícia civil)

Relembre o caso
Por volta de 00h20 desta quinta-feira (06) homens fortemente armados de fuzis e metralhadoras chegaram à Praça dos Taxistas no centro de Ipaumirim-CE onde fizeram todos de reféns. Logo em seguida conduziram os reféns para próximo do caixa da agência do banco do Brasil que fica localizada em Ipaumirim-CE.

Segundo informações da polícia, os bandidos disseram que não iam fazer nada com as vítimas, e que só queriam o dinheiro dos caixas eletrônicos, fazendo um cordão humano na praça com os reféns para intimidar a chegada da polícia. No local tinha dois caixas, porém apenas um foi explodido, onde levaram todo o dinheiro, deixando várias cédulas de R$ 10 no chão do estabelecimento. No total foram duas explosões, a segunda bem mais forte que a primeira.

A polícia não chegou no local rapidamente, pois os elementos numa ação criminosa furaram os pneus da viatura da Policia Militar de Ipaumirim-CE, dificultando a locomoção do trabalho da Polícia.

Viaturas de Cajazeiras, Cachoeira dos Índios e Bom Jesus na Paraíba foram acionadas para tentar prender os elementos, sendo o carro recuperado na manhã dessa quinta.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário