header top bar

section content

Dom José deixa UTI após sofrer AVC enquanto celebrava uma missa na Paraíba. CONFIRA!

Dom José teria passado mal no momento em que celebrava uma missa em uma paróquia de Minas Gerais, vindo a ser internado às pressas

Por Henrique

10/12/2016 às 13h13 • atualizado em 10/12/2016 às 15h07

Dom José Maria Pires (Foto: Reprodução)

O arcebispo emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires de 97 anos, teve melhoria em seu estado de saúde e deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um Hospital particular em Belo Horizonte. Segundo a assessoria de imprensa da Arquidiocese da Paraíba, o arcebispo teria sofrido um acidente vascular Cerebral (AVC), mas não necessitou ser operado. Ele tinha sido levado à UTI devido a sua idade avançada. Foi realizada uma bateria de exames e ficou em observação pela equipe médica da unidade.

Dom José teria passado mal no momento em que celebrava uma missa em uma paróquia de Minas Gerais, vindo a ser internado às pressas.

Na manhã dessa sexta-feira (10), o administrador apostólico da Arquidiocese, Dom Genival Saraiva de França, recebeu uma informação de que o arcebispo teve seu estado clinico melhorado e que o mesmo tinha deixado a UTI para continuar a recuperação em um apartamento. Segundo Dom Genival, também foi informado que Dom José Maria não apresentava nenhum sinal de sequela do AVC, o que aumenta as chances de recuperação total.

O Arcebispo estaria presente na cidade de João Pessoa no dia 15 de dezembro, para uma celebração especial em comemoração aos 75 anos da sua ordenação sacerdotal. A solenidade estava sendo preparada pela Arquidiocese da Paraíba.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações por Os Guedes

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo