header top bar

section content

Vídeo de homem testando rede de proteção viraliza e MP abre inquérito sobre empresa

Nas imagens, o jovem demonstra uma coragem surpreendente ao jogar seus 70 kg contra a tela

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

17/02/2017 às 09h14 • atualizado em 16/02/2017 às 20h22

Um homem, de 30 anos, caprichou no marketing ao publicar um vídeo em que testa as redes de proteção instaladas por sua empresa: a Redes Salvar.

Nas imagens, ele demonstra uma coragem surpreendente ao jogar seus 70 kg contra a proteção, sem medo de cair.

“É porque eu acredito no trabalho que faço. Faço com amor e confiança, e decidi gravar o vídeo para reforçar, para me diferenciar das outras empresas. Como a minha é nova, queria cair na boca do povo”, declarou.

Desde que o vídeo foi publicado (há cerca de um dia e meio) o telefone do baiano, de Salvador, não para de tocar.

“Está sendo uma maravilha, uma bênção de Deus. É bom demais ser reconhecido na rua. A todo lugar que chego as pessoas dizem: ‘Você tem coragem, eu não faria isso se fosse você’. Mas isso não é coragem, é confiança no que faço. Sei se a parede é boa (para instalação) no primeiro furo que faço na parede, trabalho com isso desde os 15 anos “, disse.

Ministério Público do Trabalho abre inquérito

O Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA) abriu um inquérito para investigar as normas de segurança da empresa ‘Redes Salvar’, que virou destaque após o vídeo de um funcionário se jogando contra a tela viralizar.

O caso está sendo apurado pela procuradora regional do trabalho Maria Lúcia de Sá Vieira, que disse que irá convocar imediatamente responsáveis pela empresa.

“Temos que ter cuidado para não julgarmos antecipadamente a empresa. O empregado pode estar fazendo isso sem autorização, mas também é preciso saber se isso é algum tipo de orientação como forma de garantia de qualidade, o que seria um absurdo”, avaliou a procuradora.

Notícias ao Minuto

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa