header top bar

section content

Ricardo inaugura rodovia no Cariri e tira 48ª cidade da Paraíba do isolamento

A obra contou com um investimento de R$ 11.432.590,70, com recursos do Tesouro Estadual.

Por Priscila Belmont

07/03/2017 às 10h53

Ricardo Coutinho - Governador da Paraíba

O governador Ricardo Coutinho inaugura, nesta quarta-feira (8), às 16h, em Santo André, a pavimentação da PB-200, 113ª obra do Programa Caminhos da Paraíba. A rodovia liga as cidades de Parari a Santo André, sendo a 48ª cidade da Paraíba a sair do isolamento através de rodovia asfaltada. Está localizada na região do Cariri paraibano, com 12,5 km, beneficiando uma população de 4.421 habitantes.

A obra contou com um investimento de R$ 11.432.590,70, com recursos do Tesouro Estadual. Apresenta um tráfego diário de 175 veículos entre automóveis, utilitários, ônibus, caminhões e motos.

Os principais serviços executados foram terraplenagem em cortes e aterros, pavimentação asfáltica, bueiros, drenagem profunda e superficial, cercas delimitadoras, gramagem de taludes e sinalização horizontal e vertical.

Ao destacar a inauguração de mais uma obra do setor rodoviário do governo Ricardo Coutinho, o diretor superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba, Carlos Pereira, avalia que a pavimentação da PB-200 promove o desenvolvimento econômico da região, moderniza e amplia a infraestrutura rodoviária estadual, integram as sedes dos municípios à malha rodoviária pavimentada e facilita o escoamento da produção econômica regional.

Secom

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”