header top bar

section content

Lira e outros Senadores vão ao Ministério da Integração agilizar conclusão do Eixo Norte da Transposição e andamento do Ramal Piancó

Além de Raimundo Lira, participaram da reunião Cássio Cunha Lima e José Maranhão; e os Senadores José Pimentel, Garibaldi Alves Filho e José Agripino Maia.

Por Priscila Belmont

22/03/2017 às 09h26

Lira e Senadores, Integração Nacional (Foto: Assessoria)

O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) participou de uma importante reunião na noite desta terça-feira (21) com o Ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. O objetivo foi o de agilizar a conclusão do Eixo Norte do Projeto de Transposição de Águas do Rio São Francisco e tratar do andamento do Ramal Piancó.

Além de Raimundo Lira, participaram da reunião Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e José Maranhão (PMDB-PB); e os Senadores José Pimentel (PT-CE), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) e José Agripino Maia (DEM-RN).

Os Senadores trataram com o Ministro do reinício das obras do Eixo Norte – interrompidas após o abandono da empresa que vinha tocando o serviço. Na semana passada, o Ministério da Integração anunciou o vencedor da nova licitação, o Consórcio Emsa – Siton, habilitado para concluir os trabalhos restantes.

Os Senadores também debateram o andamento do Ramal Piancó, que vai perenizar o Rio Piancó e levar água para o conjunto de barragens Coremas Mãe D’Água. Em ambos os casos, o Ministro Hélder Barbalho confirmou que os cronogramas serão mantidos e que não haverá mais atraso na conclusão dos trechos.

Raimundo Lira disse que, na qualidade de representante do povo paraibano, é de suma importância que ele esteja acompanhando, de forma dedicada, o cronograma de trabalho estabelecido para cada trecho das obras da Transposição.

Da Secom

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview