header top bar

section content

Cenário para a estação chuvosa em 2018 não é bom mas pode mudar nos próximos meses, afirma estudioso

O estudioso projeta chuvas para Sousa e Cajazeiras em dezembro, mas descarta grandes acumulados de precipitação pluviométrica para as duas cidades.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/12/2017 às 11h58

Açude de São Gonçalo está com menos de 13% de sua capacidade total (Foto: Diário do Sertão)

Oceano Atlântico Sul na altura da costa do Nordeste mais frio que o normal para a época, de acordo com a última atualização do Campo de Anomalias de TSM(Temperatura da Superfície do Mar) da NOAA.

Na verdade, o comportamento térmico do Atlântico Sul na referida região mostra-se instável, ou seja, oscila, de acordo com o físico e meteorologista Rodrigo Cézar Limeira.

Esse é um traço característico observado no comportamento térmico do Atlântico Sul na altura da costa do Nordeste, e que vem sendo observado desde 2012, quando teve início a violenta crise hídrica observada no interior da região.

Mesmo com o Atlântico Sul na citada área desfavorável, dezembro, segundo mês da pré-estação chuvosa do semiárido da Paraíba, poderá ter chuvas esparsas em alguns momentos, e isoladas em outros. As chuvas serão irregulares e mal distribuídas no interior do estado.

O estudioso projeta chuvas para Sousa e Cajazeiras em dezembro, mas descarta grandes acumulados de precipitação pluviométrica para as duas cidades.

Patos e Pombal terão pouca ou nenhuma chuva em dezembro.

Grandes reservatórios que abastecem essas cidades vão continuar em situação crítica em dezembro.

DIÁRIO DO SERTÃO

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo