header top bar

section content

Vídeo: Polícia procura acusado de matar uma pessoa e ferir mais duas em confraternização

Três pessoas foram alvejadas a tiros durante a festa de confraternização no município de Santa Cruz e uma delas acabou morrendo

Por

04/01/2016 às 13h16

A polícia continua procurando o serralheiro Francisco Antônio da Silva Filho, mais conhecido como "Keka", acusado de ter assassinado com vários tiros madrugada do domingo (03) o funcionário público Hilton Nogueira do Nascimento que tinha 67 anos, além de tentar matar mais duas pessoas, Guilherme Sarmento Vieira de 22 anos e Maria Eliane Nascimento de 43 anos, esposa do acusado.

Entenda
Três pessoas foram alvejadas a tiros durante uma festa em uma residência no município de Santa Cruz, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas foram socorridas pra o Hospital Regional de Sousa.

Ainda segundo a PM, várias pessoas participaram da confraternização, quando houve uma discussão e um homem identificado como "Queca", efetuou vários disparos de arma de fogo que atingiram três pessoas: Hilton Nogueira do Nascimento, Guilherme Sarmento Vieira, e Maria Eliane.

Leia também: Morre uma das vítimas do tiroteio durante festa de confraternização na região de Sousa

As vítimas foram socorridas para o Hospital Regional de Sousa e receberam atendimento médico. O motorista Hilton Nogueira do Nascimento (foto abaixo), 67 anos, foi atingido foi atingido com um tiros na cabeça, rosto e braço, e foi transferido em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) até o Hospital de Trauma de Campina Grande para passar por procedimento cirúrgico, mas não resistiu e acabou falecendo.

Investigação
Em entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, a delegada da 19ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) afirmou que a polícia civil está investigando o crime para tentar localizar o acusado.

"São fatos cercados de testemunhas, infelizmente a vida não retorna. Esse é o tipo de homicídio difícil de prever, por um descontrole acaba ceifando vidas. O crime está aí e ele precisa de apuração e resposta e é isso que a Polícia Civil busca fazer", disse a delegada.

197 – Disque Denúncia
Qualquer cidadão pode colaborar diretamente com a Polícia para o enfrentamento à violência e apuração de crimes na Paraíba. O serviço funciona 24 horas por dia, durante toda a semana e o Sigilo é absoluto. Se alguém tiver informações sobre o autor do homicídio seguido de dupla tentativa de homicídio em Santa Cruz, pode ligar para o número 197.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!