header top bar

section content

Sousense é assassinado a tiros dentro de casa no Paraná; pai chora e diz que perdoa acusado; família precisa de R$ 9 mil para o translado do corpo. Vídeo

Familiares afirmaram que o vigilante participou da festa da virada do ano, depois foi para sua residência em Foz do Iguaçu no estado do Paraná. Assista!

Por

04/01/2016 às 13h00

O vigilante Francisco de Assis, de 38 anos, que é natural da cidade de Sousa, foi assassinado a tiros no dia 1 de janeiro de 2016. O crime ocorreu na cidade de Foz do Iguaçu, no estado do Paraná e de acordo com a polícia, um homem não identificado chegou na casa da vítima, bateu na porta e quando o vigilante abriu foi surpreendido com vários tiros de arma de fogo.

Familiares afirmaram que o vigilante participou da festa da virada do ano, e se envolveu em uma confusão com um colega de trabalho. Durante a madrugada, ele foi para casa e acabou sendo alvejado, não resistiu e morreu.

O local foi isolado até a chegada da Delegacia de Homicídios, e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realização do exame cadavérico.

Translado do corpo
A família do vigilante entrou em contato com a reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, para fazer um apelo, pois o translado do corpo de Francisco de Assis de Foz do Iguaçu até a cidade de Sousa custa cerca de R$ 9 mil.

A doméstica, Francisca da Costa, que é irmã de falou que o translado do corpo de Foz do Iguaçu, até o aeroporto é de aproximadamente 4,3 mil. Já do aeroporto até a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará é de aproximadamente R$ 4 mil. Do Juazeiro do Norte até a cidade de Sousa, a Funerária São Francisco da cidade de Sousa se encarregou de realizar o translado. 

Pai chora e perdoa acusado
O aposentado Jordão Ferreira da Costa, de 74 anos, também prestou entrevista à nossa reportagem. O idoso chorou e disse que perdoa o acusado que assassinou seu filho.

"Eu perdôo quem fez isso com meu filho. Jesus está no poder, eu sou do lado de Deus, espero que um dia ele seja um homem assim como eu sou. Ele acabou com minha vida e a de meu filho, mas não desejo nenhum mal para vida dele", disse o aposentado.

DIÁRIO DO SERTÃO

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

ENTREVISTA

VÍDEO: Artista sousense que impressionou o público com suas pinturas fala sobre sua obra e trajetória