header top bar

section content

Sertanejo com câncer consegue na Justiça pílula que promete combater doença

A decisão liminar foi concedida pelo Juiz Ramonilson Alves e saiu na quarta-feira, 16.

Por

17/12/2015 às 07h18

Sertanejo com câncer consegue na Justiça pílula da USP

Um paciente de 46 anos, natural de Patos, conseguiu na Justiça o direito de receber a substância fosfoetanolamina, a chamada “Pílula da USP”, produzida em laboratório pelo Instituto de Química de São Carlos, da Universidade de São Paulo , que promete combater o câncer. A decisão liminar foi concedida pelo Juiz Ramonilson Alves e saiu na quarta-feira, 16.

A ação foi impetrada pelo advogado patoense André Guedes e de acordo com o ele, esse foi um caso bastante importante de sua carreira e, quando soube do parecer favorável, ficou muito feliz com o resultado: “Estamos extremaente satisfeitos com essa decisão, pois a liberação desse remédio vai trazer alegria e acima detudo esperança para o paciente”, destacou.

Esta é a terceira decisão na Paraíba, que trata sobre o tema. O primeiro caso aconteceu na cidade de Santa Luzia e o segundo em João Pessoa.

O paciente está com um câncer nos rins e atualmente encontra-se realizando tratamento no Hospital Laureano, em João Pessoa.

A substância é pesquisada há mais de duas décadas, mas barreiras burocráticas impedem o cidadão de ter acesso livre ao tratamento com o medicamento, somente através das vias judiciais.

Do Mais Patos.com

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada