header top bar

section content

Ao som de funk, adolescente assassinado a tiros é sepultado em Cajazeiras. Veja vídeo!

“Tantos conselhos que te dei e você não me ouviu. Agora vamos embora e teremos que te deixar”, disse a mulher aos prantos

Por

20/11/2015 às 17h22

Ao som de música funk, o jovem Adenilson Soares Rodrigues, mais conhecido por “Pituchinha”, 17 anos foi sepultado nesta sexta-feira (20) em Cajazeiras. O corpo foi velado na residência da mãe e sepultado no cemitério Nossa Senhora Aparecida.

 

Veja mais:

OUÇA: Mãe de jovem morto em Cajazeiras revela motivos do crime, apela que desvendem assassinato de Marcos Aleijado e confidencia: “Eles querem saber se derrubam qualquer um”​

► Comandante da PM diz que assassinato de menor nesta quinta deve estar ligado à morte de Marcos Aleijado​

 Tio e sobrinho negam participação na morte de Marcos Aleijado

O adolescente foi surpreendido por uma dupla de moto quando estava deixando a namorada em casa nessa quinta-feira (19). Segundo informações da polícia, Adenilson Soares caminhava com a namorada quando percebeu que estava sendo perseguido e pediu que a moça se afastasse dele, quando foi atingido com um tiro no peito. Mesmo ferido ele caminhou cerca de 50 metros, mas foi atingido por mais três tiros na cabeça. Ele era morador do bairro Mutirão, Zona Norte de Cajazeiras.

 

O cortejo foi acompanhado por familiares, amigos para a última despedida. A mãe, Sandra Soares lamentou a perda prematura do filho. “Tantos conselhos que te dei e você não me ouviu. Agora vamos embora e teremos que te deixar”, disse a mulher aos prantos.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula