header top bar

section content

Padre afirma que Marcos Aleijado tinha amizade com policiais e até juízes em Cajazeiras. ASSISTA!

O sepultamento de Marcos Aleijado, ocorrido na manhã desta quinta-feira (12), entrou para a história como o maior cortejo fúnebre de Cajazeiras

Por

13/11/2015 às 08h00

O sepultamento de Marcos Pereira da Silva (43), mais conhecido como Marcos Aleijado, ocorrido na manhã desta quinta-feira (12), entrou para a história como o maior cortejo fúnebre de Cajazeiras, devido à quantidade de pessoas que acompanharam o trajeto do corpo até o Cemitério Nossa Senhora Aparecida.

Uma multidão tomou as ruas e depois adentrou ao cemitério, onde diversas homenagens foram prestadas em forma de faixas, cartazes, fotos, gritos, aplausos e discursos. Houve até um princípio de tumulto e um jazigo acabou sendo danificado por causa do peso das pessoas que subiram em cima.

O cortejo que se tornou um evento à parte demonstrou o tamanho da popularidade e do carisma de Marcos, fato que levou algumas pessoas a se questionaram por que um homem cujo envolvimento com o tráfico de drogas era público se tornou tão querido e agregador.

Veja mais!

► Sepultamento de Marcos Aleijado atrai multidão, tem homenagens, desabafo e tumulto

► Delegado conta detalhes do assassinato e comandante da PM desmente toque de recolher

No Direto ao Ponto dessa semana, o sempre polêmico Padre Francivaldo insinuou que Marcos Aleijado havia conquistado, inclusive, a afeição de policiais e autoridades judiciárias. “Quantas vezes o povo não viu a casa de Marcos aberta? Visitas importantes. Policiais que ali iam e eram amigos dele, juízes, autoridades, e no final do tempo termina a sua missão de forma trágica”, diz.

Em tom irônico, Padre Francivaldo também questiona quem será o substituto de Marcos no comando do tráfico de drogas na zona sul da cidade; quando será sua posse e se sua filosofia de relacionamento será tão pacífica quanto a do falecido.

“E o novo comandante desse setor, quando será a posse? E como será a nova filosofia, o relacionamento dele com a sociedade, com as autoridades? Será tão claro, tão aberto como o de Marcos ou será muito mais contundente?”

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan