header top bar

section content

Pe. Francivaldo comenta possível fim do Estatuto do Desarmamento. “Todo mundo armado vira guerra”

Para ele, as armas devem ser restritas às polícias e às forças armadas, e a sociedade deve contribuir com a segurança denunciando

Por

06/11/2015 às 15h52

A possibilidade de o Estatuto do Desarmamento ser derrubado no Brasil tem preocupado parte da sociedade. Aqueles que defendem que liberar o porte de arma de fogo para qualquer cidadão é um erro grave e só aumenta a violência e a sensação de insegurança, já estão iniciando campanhas contra o fim do estatuto.

No Direto ao Ponto desta semana, o Padre Francivaldo se posicionou contra a derrubada do estatuto, enfatizando que o porte de arma de fogo para todos causaria uma guerra no país. Para ele, as armas devem ser restritas às polícias e às forças armadas, enquanto que a sociedade civil deve contribuir com a segurança denunciando quem possui arma em casa.

“Quem é que deve usar arma no país? A polícia, para dar segurança. E quem usa indevidamente são os bandidos, e estes devem ser punidos. A sociedade deve denunciar quem tem uma arma. Quem sai com uma arma de casa sai com duas intensões: ou de matar ou de roubar. Todo mundo andando armado na cidade vira uma guerra”, disse.

Segundo o padre, a educação também deve fazer a sua parte, e aqui entram as responsabilidades do Estado e da família. “Todo cidadão de bem deve lutar para que não tenhamos armas circulando na cidade. É preciso que a gente se eduque, é mudar a visão da pessoa, o comportamento, as atitudes, é preparar para a vida, é o exercício da mente, do coração e da razão”, completou.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan