header top bar

section content

Agricultor tenta salvar filho que foi rendido por criminosos, mas é assassinado com tiro

Agentes do Instituto de Polícia Científica (IPC) vão realizar perícia e em seguida encaminhar o corpo ao Instituto Médico Legal

Por

28/10/2015 às 23h32

Agricultor tentou salvar o filho, mas acabou sendo assassinado com tiro na cabeça (foto: DS)

Um assalto registrado por volta das 19h desta quarta-feira (28) no Sítio Cipó, zona rural do município de Marizópolis, no Sertão da Paraíba, resultou na morte do agricultor Francisco Luziêr das Chagas, de 52 anos.

De acordo com informações da Polícia Militar, dois jovens seguiam em uma moto quando foram surpreendidos por dois assaltantes armados  que colocaram uma corda amarrada de um lado ao outro da pista e conseguiram derrubar as vítimas da motocicleta.

O roubo aconteceu próximo à residência de um dos jovens que estava na moto. Aflito, o jovem gritou pelo pai pedindo socorro. O agricultor escutou os gritos do filho e saiu de casa com uma espingarda para tentar evitar o roubo, mas ao se aproximar do local acabou sendo alvejado com um disparo de arma de fogo na cabeça efetuado pelos acusados.

 

Luziêr não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito no local do crime. Agentes do Instituto de Polícia Científica (IPC) vão realizar perícia e em seguida encaminhar o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) em Patos para realização do exame cadavérico.

Guarnições da Polícia Militar, Força Tática foram acionadas e estão realizando diligências na tentativa de localizar os criminosos que fugiram pelo matagal.

DIÁRIO DO SERTÃO

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor