header top bar

section content

Incêndio de grandes proporções destrói parte de patrimônio histórico de Cajazeiras

De acordo com o tenente Anderson, ainda não há certeza sobre a causa do incêndio e os Bombeiros aguardam investigação

Por

13/10/2015 às 18h13

Um incêndio de grandes proporções atingiu nesta segunda-feira (12), um antigo casarão abandonado que fica na Rua Vitor Jurema, Centro de Cajazeiras, por trás da Catedral Nossa Senhora da Piedade. 

O imóvel pertenceu ao ex-deputado já falecido João Bosco Braga Barreto, mas há anos que se encontra abandonado, com sua estrutura bastante deteriorada e sem a menor condição de ser ocupado.

Na noite desta segunda-feira, moradores acionaram o Corpo de Bombeiros ao perceberam as chamas tomando conta do local. O fogo já estava bastante alto e se propagava com facilidade, já que no terreno há folhas e galhos secos.

De acordo com o tenente Anderson, ainda não há certeza sobre a causa do incêndio e o Corpo de Bombeiro aguarda investigação da perícia, mas há hipótese de que o fogo pode ter sido ocasionado por usuários de drogas.

“Quando chegamos vimos que o fogo já havia tomado grandes proporções, mas com efetivo de nove homens fizemos o combate e durou cerca de duas horas”. Explicou o tenente.

Ele informou que a estrutura do casarão ficou bastante abalada com o incêndio e deve ser isolada para que pessoas não tenham acesso ao local para evitar qualquer acidente.

 

História
O historiador e professor universitário, José Antonio de Albuquerque explicou que o Casarão pertence a área de preservação do patrimônio histórico da cidade, definida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba.

De acordo com o historiador foi no casarão que foram tomadas grandes decisões políticas da cidade, pois o Bosco Barreto residiu sua vida toda lá. Filho de importante e influente agropecuarista da época, o cajazeirense só saiu do casarão após o casamento, mas depois de uma separação retornou para casa.

“Ele morou sua vida toda lá. O Casarão viveu grandes decisões de Cajazeiras, pois o pai de Bosco Barreto era extremamente influente”. Disse José Antonio.

Bosco Barreto
Advogado e político, Bosco Barreto foi uma voz isolada a gritar por melhores condições de vida para a população sertaneja, como também, uma referência na luta contra o regime militar no interior paraibano. Isso lhe rendeu uma derrota, a prefeito de cajazeiras, para seu opositor Epitácio Leite Rolim; uma eleição para Deputado Estadual; uma suplência de Senador e uma prisão pela Polícia Federal, no centro comercial de Cajazeiras, acusado de ser subversivo e agitador.

Foi o maior e mais combatente político de Cajazeiras. Como advogado sempre esteve do lado das classes menos favorecidas. Conhecido politicamente pelo slogan: “Meus irmãos, minhas rmãzinhas também”.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan