header top bar

section content

Incêndio de grandes proporções destrói parte de patrimônio histórico de Cajazeiras

De acordo com o tenente Anderson, ainda não há certeza sobre a causa do incêndio e os Bombeiros aguardam investigação

Por

13/10/2015 às 18h13

Um incêndio de grandes proporções atingiu nesta segunda-feira (12), um antigo casarão abandonado que fica na Rua Vitor Jurema, Centro de Cajazeiras, por trás da Catedral Nossa Senhora da Piedade. 

O imóvel pertenceu ao ex-deputado já falecido João Bosco Braga Barreto, mas há anos que se encontra abandonado, com sua estrutura bastante deteriorada e sem a menor condição de ser ocupado.

Na noite desta segunda-feira, moradores acionaram o Corpo de Bombeiros ao perceberam as chamas tomando conta do local. O fogo já estava bastante alto e se propagava com facilidade, já que no terreno há folhas e galhos secos.

De acordo com o tenente Anderson, ainda não há certeza sobre a causa do incêndio e o Corpo de Bombeiro aguarda investigação da perícia, mas há hipótese de que o fogo pode ter sido ocasionado por usuários de drogas.

“Quando chegamos vimos que o fogo já havia tomado grandes proporções, mas com efetivo de nove homens fizemos o combate e durou cerca de duas horas”. Explicou o tenente.

Ele informou que a estrutura do casarão ficou bastante abalada com o incêndio e deve ser isolada para que pessoas não tenham acesso ao local para evitar qualquer acidente.

 

História
O historiador e professor universitário, José Antonio de Albuquerque explicou que o Casarão pertence a área de preservação do patrimônio histórico da cidade, definida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba.

De acordo com o historiador foi no casarão que foram tomadas grandes decisões políticas da cidade, pois o Bosco Barreto residiu sua vida toda lá. Filho de importante e influente agropecuarista da época, o cajazeirense só saiu do casarão após o casamento, mas depois de uma separação retornou para casa.

“Ele morou sua vida toda lá. O Casarão viveu grandes decisões de Cajazeiras, pois o pai de Bosco Barreto era extremamente influente”. Disse José Antonio.

Bosco Barreto
Advogado e político, Bosco Barreto foi uma voz isolada a gritar por melhores condições de vida para a população sertaneja, como também, uma referência na luta contra o regime militar no interior paraibano. Isso lhe rendeu uma derrota, a prefeito de cajazeiras, para seu opositor Epitácio Leite Rolim; uma eleição para Deputado Estadual; uma suplência de Senador e uma prisão pela Polícia Federal, no centro comercial de Cajazeiras, acusado de ser subversivo e agitador.

Foi o maior e mais combatente político de Cajazeiras. Como advogado sempre esteve do lado das classes menos favorecidas. Conhecido politicamente pelo slogan: “Meus irmãos, minhas rmãzinhas também”.

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares