header top bar

section content

Adolescentes estupram mulher com deficiência mental em rodoviária e divulgam vídeo na internet

Os adolescentes responderão por ato infracional e poderão passar no máximo três anos em reclusão.

Por

17/07/2015 às 16h28

Adolescentes de 16, 17 e 18 anos admitiram o estupro da mulher

Três jovens foram acusados de estuprar uma mulher deficiente mental em Icó, no interior do Ceará, a 385 km da capital Fortaleza. De acordo com reportagem do portal Tribuna do Ceará, o crime ocorreu no terminal rodoviário da cidade. Dois dos suspeitos, adolescentes de 16 e 17 anos, confessaram o crime. Eles estavam acompanhados de Raynan Mota Mesquita, de 18 anos.

De acordo com o delegado Marcos Sandro Nazaré de Lira, da Polícia Civil de Icó, após uma noite de bebedeira, os três jovens avistaram a vítima no terminal rodoviário e, percebendo que ela era portadora de deficiência, um dos adolescentes propôs que Raynan praticasse atos sexuais com a mulher para pagar uma dívida de R$ 30 que o rapaz tinha com o jovem, enquanto eles filmariam o ato.

O crime ocorreu no dia 4 de julho, e as cenas foram publicadas nas redes sociais pelos próprios envolvidos. Com grande repercussão, o caso foi levado à Delegacia de Icó, que teve acesso ao conteúdo do vídeo no dia 13.

Os três acusados foram ouvidos nesta quarta-feira (15) e alegaram que "tudo não passou de uma brincadeira". A vítima fez exame de corpo delito nesta quarta, em Iguatu. De acordo com informações da polícia, ela vaga pelas ruas e, atualmente, é paciente do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade.

O adulto deve ser autuado por estupro de vulnerável, pegando de 8 a 15 anos de prisão. Os adolescentes responderão por ato infracional e poderão passar no máximo três anos em reclusão.

Mais um caso
O portal Tribuna do Ceará relembra que este foi o segundo caso de estupro com grande repercussão no Ceará neste mês. Duas jovens de 16 e 17 anos foram estupradas e espancadas por quatro homens em um terreno baldio em Capistrano, a 100 km de Fortaleza, na noite do dia 1º de julho. A mais velha foi morta por afogamento ao ser presa numa cisterna. A outra conseguiu escapar com ferimentos.

Cinco suspeitos foram presos e responderão pelo crime: Sebastião Pinto de Almeida, de 27 anos, John Lenon dos Santos, de 20 anos, e três adolescentes, de 16, 15 e 14 anos. Todos eles eram moradores de Capistrano e conhecidos das vítimas.

Da Tribuna do Ceará

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan