header top bar

section content

Muito choro: Veja vídeo do sepultamento de universitária da região de Cajazeiras. Fotos

Sob muitas homenagens, dor, lágrimas e sofrimento a família e amigos de Danny, como era chamada, se despediram da jovem.

Por

24/05/2015 às 17h00

O corpo da universitária, Danielly Abreu, de 23 anos, foi sepultado na tarde deste sábado (23), no cemitério Nossa Senhora Consolação, cidade de São João do Rio do Peixe. Sob muitas homenagens, dor, lágrimas e sofrimento a família, amigos e colegas de Danny, como era carinhosamente chamada, se despediram da jovem.

O corpo da universitária chegou a cidade na noite dessa sexta-feira (22) e foi velado na casa dos pais, onde morava com o filho, um menino de quatro anos.

Às 15:00 deste sábado, o corpo da jovem foi levado para igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, onde foi celebrada uma missa de corpo presente. Depois da celebração, o funeral seguiu para o cemitério, sendo acompanhado por uma verdadeira multidão.

Veja a reportagem do sepultamento em São João do Rio do Peixe!

Entenda
A universitária Danielly Abreu, de 23 anos, mais conhecida como "Danny", cometeu suicídio por meio de enforcamento na manhã desta sexta-feira (22). Ela usou um cinto e colocou num armador do quarto para se matar. O corpo foi encontrado pelo pai da moça por volta das 05:00 horas da manhã.

O corpo da jovem foi encontrado na residência dos pais, que fica localizada na Rua Tabelião Cândido Dantas, em São João do Rio do Peixe, no Sertão da Paraíba. 

Danielly cursava o terceiro período de Direito na Faculdade São Francisco em Cajazeiras, e era filha do casal Luiz Carlos de Freitas, mais conhecido como “Lula do Mercado” e Maria José Abreu. 

 

Familiares disseram que na quinta-feira (21) a jovem foi até a cidade de Cajazeiras e havia trancado o curso de direito. Ela foi vista num bar de Cajazeiras a noite e só voltou para casa as 03:00 horas da madrugada.

Alguns membros da imprensa noticiaram o possível motivo do suicídio estar relacionado ao término do casamento, mas a família negou o fato e disse não saber ainda o motivo que levou a jovem a acabar com a própria vida. 

Danielly tinha um filho de quatro anos; O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Patos por volta das 11:00 horas, para realização do exame cadavérico. 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras