header top bar

section content

Ex-presidiário é preso na região de Cajazeiras por comprar sexo de meninas entre 13 e 14 anos de idade

No momento da abordagem, Jean ainda tentou fugir pulando vários muros de residências vizinhas, mas foi capturado e preso pelos policiais militares.

Por

01/05/2015 às 07h39

Homem é preso acusado estuprar criança (Foto ilustrativa do Google)

O ex-presidiário Jean Sousa Serafim Viana, 48 anos foi preso esta semana na cidade de Bonito de Santa Fé, região de Cajazeiras, a acusação de aliciar meninas entre 13 e 14 anos.

Segundo informações do Sargento Mamede, o fato ocorria em vários bairros da cidade, onde o acusado oferecia a quantia de R$ 100 reais às menores em troca de sexo e ainda fazia ameaças. 

“Ele teria tentado arrombar uma residência onde estaria duas menores, momentos antes de ser preso por uma guarnição da polícia militar” Informou o sargento

No momento da abordagem, Jean ainda tentou fugir pulando vários muros de residências vizinhas, mas foi capturado e preso pelos policiais. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Cajazeiras, onde foi autuado por aliciamento de menores.

Ainda de acordo com informações do sargento Mamede, o acusado tem várias passagens pela polícia por vários crimes. “Ele cumpriu pena na cadeia de Bonito de Santa Fé, depois que foi transferido do presídio de Cajazeiras, onde foi ameaçado de morte por uma facção criminosa”.

O acusado foi levado para a Cadeia Pública de Bonito de Santa Fé, onde ficará à disposição da Justiça.

DIÁRIO DO SERTÃO com Portal Vale do Piancó Notícias

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan