header top bar

section content

Ressocialização: Miss Reeducanda de Cajazeiras participa de final, mas João Pessoa leva o título

Um dia especial para as participantes da primeira edição do Concurso Miss Reeducanda Paraíba. As vencedoras da competição foram conhecidas, nessa sexta-feira (28).

Por

30/03/2014 às 11h57

Reeducanda de João Pessoa venceu a final

Um dia especial para as participantes da primeira edição do Concurso Miss Reeducanda Paraíba. As vencedoras da competição foram conhecidas, nessa sexta-feira (28), na grande final do concurso, no Centro de Educação da Polícia Militar, na Capital. O evento contou com a participação das 12 finalistas das cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras. A iniciativa é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap).

As campeãs foram Renata Costa (25), de João Pessoa, na categoria Miss Reeducanda Paraíba; Farinézia Ferreira (44), na categoria Miss Queen, da cidade de Picuí, que está reclusa em João Pessoa; e Fernanda Martins (25), natural de Quirinópolis, em Goiás, que cumpre pena em Campina Grande.
 
Na ocasião, o secretário titular da Seap, Wallber Virgolino, destacou que o trabalho é voltado para a ressocialização em todas as regiões e agradeceu aos participantes, em especial à primeira-dama do estado, por apoiarem o concurso. “Esta iniciativa também visa resgatar a dignidade, pois, o Estado tem a obrigação de recuperar a autoestima das mesmas e mostrar para elas que, mesmo privadas de liberdade, elas não perderam a feminilidade e a capacidade de recomeçar”, observou.

A primeira-dama do Estado, jornalista Pâmela Bório, reafirmou o caráter inclusivo do evento. “Criamos várias categorias para valorizar e dignificar essas mulheres. Esse é um projeto que busca, acima de tudo, a inclusão e o resgate da cidadania, para que essas mulheres possam voltar à sociedade em melhores condições”, ressaltou.

A Miss Paraíba 2013, Patrícia dos Anjos, prestigiou a disputa e também destacou a iniciativa. “É uma forma de estimular a reflexão sobre o futuro. De garantir a efetiva ressocialização”, comentou. A Miss Reeducanda Renata Costa não escondeu a emoção pela conquista. “Este é um dia muito especial, que marca um recomeço e a possibilidade de sonhar e estar de bem com a vida, mesmo com as adversidades”, comemorou.

A gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, agradeceu o apoio dos participantes. “Faço questão de agradecer a cada parceiro que acreditou no projeto e ajudou a desenvolvê-lo, também agradeço de forma especial à equipe da Gerência de Ressocialização e a todos os agentes penitenciários que contribuíram nas etapas do concurso”, lembrou.
 
Ressocialização

O Concurso Miss Reeducanda Paraíba faz parte do programa de ressocialização “Cidadania é Liberdade”, lançado no ano de 2011. A iniciativa promove ações de educação, trabalho, cultura, família e saúde no sistema prisional paraibano. A meta é disponibilizar espaços de socialização e políticas públicas para o retorno dos reeducandos ao convívio social.

Da secom

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano