header top bar

section content

Polícia frustra explosão a agência do Bradesco de Belém do Brejo do Cruz

A Polícia Militar, por meio da 2ª Companhia do 12º Batalhão, frustrou, na madrugada desta quinta-feira (27), uma explosão à agência do banco Bradesco, na cidade de Belém do Brejo do Cruz, no Sertão paraibano. As rondas realizadas pelos policiais impediram que os bandidos consumassem o crime. De acordo com o sargento Antônio Andrade, os […]

Por

27/03/2014 às 15h39

A Polícia Militar, por meio da 2ª Companhia do 12º Batalhão, frustrou, na madrugada desta quinta-feira (27), uma explosão à agência do banco Bradesco, na cidade de Belém do Brejo do Cruz, no Sertão paraibano. As rondas realizadas pelos policiais impediram que os bandidos consumassem o crime.

De acordo com o sargento Antônio Andrade, os suspeitos fugiram com destino a cidade de Patu, no Rio Grande do Norte, quando perceberam a chegada dos policiais, mas deixaram um explosivo no caixa eletrônico. “Conseguimos chegar a tempo e encontramos violada a parte externa do caixa, com uma alavanca encostada e o explosivo pronto para ser detonado. A ação dos bandidos foi frustrada graças às atividades das rondas durante a madrugada que foram intensificadas, conforme determinação do Comando do Policiamento”, destacou.

As testemunhas contaram aos policiais que os suspeitos estavam em um carro e esperaram os policiais passarem para preparar o explosivo, mas uma das viaturas voltou e eles fugiram. O local foi cercado e a perícia vai tentar identificar a origem do explosivo, que ficou intacto no terminal de autoatendimento do banco.

Da secom

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor