header top bar

section content

Agricultor que assassinou a ex-mulher e a filha é condenado a 42 anos de prisão. Veja vídeo!

“Não foi o juiz, nem o promotor que decidiram, mas sim o povo de Sousa, os jurados que julgaram o fato”, disse o advogado. Vídeo!

Por

12/02/2014 às 08h20

Agricultor foi condenado a 42 anos de prisão (Foto: Diário do Sertão)

O agricultor Francisco de Assis Ventura, foi condenado a uma pena de 42 anos de prisão pelo Tribunal de Juri da Comarca da cidade de Sousa, após julgamento na tarde desta segunda-feira (10). O agricultor é acusado de assassinar a ex-mulher, Maria do Socorro Ventura, que tinha 48 anos, e a própria filha Daniele Laís Ventura, de 17 anos. O crime ocorreu no dia 29 de dezembro de 2009.

O conselho de sentença condenou o acusado por 7 votos a 0, e o juiz José Normando Fernandes determinou a pena de 42 anos de reclusão em regime fechado. Com o fim do júri, o acusado foi encaminhado até a Colônia Penal Agrícola do Sertão em Sousa, onde cumprirá a determinação judicial.

O advogado Ozael Fernandes, contratado pela família da vítima declarou que o processo era muito delicado, e foi analisado cuidadosamente. “Não foi o juiz, nem o promotor que decidiram, mas sim o povo de Sousa, ou seja os jurados que julgaram o fato”, disse.

O crime
Uma tragédia em família comoveu a cidade de São Francisco, na região de Sousa, na tarde do dia 29 de dezembro de 2009 quando um homem identificado como Francisco de Assis matou a ex-mulher e a filha de 17 anos.

Maria do Socorro Ventura Davi, de 48 anos, morreu ao dar entrada na UTI do Hospital Regional de Sousa. A filha, Daniele Laís Ventura, de 17 anos teve morte cerebral, mas mesmo assim foi transferida, a pedido da família para o Hospital de Trauma na Capital, mas não resistiu e morreu.

Segundo a Policia Militar, Francisco de Assis, que é agricultor, foi até a casa da ex-mulher e de arma em punho passou a discutir com Maria do Socorro. Em dado momento, ele sacou a arma e disparou contra a cabeça dela. Daniele, na tentativa de evitar a tragédia, acabou sendo atingida por um disparo também na cabeça.

Logo após o fato, Assis fugiu com o revólver nas mãos pelas ruas da cidade e em seguida tomou rumo ignorado. Testemunhas disseram que o acusado tentava reatar a relação com a ex-mulher, mas encontrou resistência por parte da ex-companheira.

A prisão
Após o crime, o acusado fugiu para o Mato Grosso, no entanto acabou sendo preso no ano de 2012 e foi transferido dias depois para a cidade de Sousa, onde ficou a disposição da Justiça.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores